• Home
  • França destrói mais de meia tonelada de marfim

França destrói mais de meia tonelada de marfim

0 comments

A França destruiu mais de 500 quilos de marfim nesta quarta-feira (30). A ação, que ocorreu na cidade de Nice, é parte da campanha internacional para acabar com a caça de elefantes.

O material foi triturado e posteriormente cremado pela polícia ambiental. A iniciativa em prol do combate à dizimação da espécie foi anunciada pelo Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (IFAW).

O objetivo do Taiwan banir o comércio de marfim até o ano de 2020.
O comércio do material já havia sido proibido pela França em 2016. (Foto: TRAFFIC)

O marfim, também chamado de “ouro branco”, vem de presas de elefantes e rinocerontes. A maior parte do material destruído, foi apreendido pelas autoridades durante leilões ou vendas on-line. Apenas 100, dos 563 quilos, vieram da sociedade em resposta à campanha de “entrega do marfim”, promovida pela IFAW. 

A França já havia proibido o comércio do material, oriundo de rinoceronte de elefante, em 2016. “O país está enviando um forte sinal para o mundo sobre o combate ao comércio ilegal de espécies ameaçadas”, disse Françoise Taheri, uma autoridade local.

“O objetivo dessa destruição é garantir que esses objetos não sejam repostos nos mercados”, disseram os organizadores. A operação foi a terceira do tipo na França em quatro anos, e já destruiu mais de uma tonelada de marfim.

O comércio da mercadoria foi proibido em todo o mundo desde 1989, mas a proibição não cobre as vendas de marfim obtidas antes disso. A falta de legislação específica sobre o assunto nos países também continua a alimentar o tráfico assassino. 

Um elefante é morto a cada 15 minutos para abastecer o comércio marfim. Isso significa que entre 25 mil e 35 mil elefantes são mortos todos os anos. Segundo estimativas, uma tonelada de marfim era vendida a cada mês na França.

Elefantes continuam sendo mortos para a extração de suas presas e sua venda no mercado ilegal. (Foto: David Chancellor)

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>