• Home
  • Esquilo escolhe capô de carro como local ideal para armazenar alimentos

Esquilo escolhe capô de carro como local ideal para armazenar alimentos

0 comments

Uma postagem no Facebook do americano Gabe Awrey viralizou recentemente na internet. Junto com a foto de um capô de carro lotado de pinhas, ele deixou um conselho: “Lembrem-se de checar os motores neste período! Os esquilos são sorrateiros. Assim estava o carro do meu amigo hoje!”

O que aconteceu foi que, depois de tentar ligar o ar-condicionado de seu carro em um dia qualquer de trabalho, Kellen Moore escutou um barulho esquisito vindo do motor. Ao chegar no trabalho, parou o carro e abriu o capô para checar o que estava acontecendo.

Levou um susto ao encontrar todas essas pinhas lá dentro, e logo foi chamar os colegas de trabalho para dar uma olhada na descoberta que havia feito.

Um dos amigos era Gabe Awrey que, rapidamente, tirou diversas fotos da situação, e não perdeu tempo em fazer a postagem que, poucos dias depois, tinha mais de dois mil compartilhamentos no Facebook.

Quase não dava para enxergar o motor! (Reprodução | The Dodo

Durante o inverno rigoroso dos Estados Unidos, os esquilos precisam procurar locais para esconder seus alimentos. Quanto mais quentinho for, melhor: o calor faz com que as sementes cheias de nutrientes escondidas dentro das pinhas saiam com mais facilidade.

Apesar de acreditarmos que os esquilos guardam a comida em árvores e em buracos no chão, eles nem sempre recorrem a esses lugares. Esquilos são animais sorrateiros e muito espertos, e constantemente estão em busca de novos esconderijos.

Algum animal inocentemente acreditou ter encontrado o melhor abrigo de todos para suas próximas refeições. De certo modo, realmente encontrou.

Esquilos e pinhas: inseparáveis (Reprodução | The Dodo)

Depois da descoberta feita, das fotos tiradas e, principalmente, de muitas risadas com a situação inusitada, os amigos se juntaram para retirar todas as pinhas de dentro do capô do Dodge Journey de Moore.

A missão durou cerca de 45 minutos, e mesmo assim alguns resquícios de pinha continuaram lá. “Ainda tem um pouco preso nos pára-choques e dentro das rodas,” contou Awrey ao portal The Dodo. “Ele tem o carro há um mês, comprou usado, mas não tinha nada no motor quando ele checou. Ao menos o carro continua funcionando normalmente.”

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>