• Home
  • Escola na Nova Zelândia vence prêmio da UNESCO de melhor cardápio vegano

Escola na Nova Zelândia vence prêmio da UNESCO de melhor cardápio vegano

O Centro de Aprendizagem Tiaki em Rotorua, na Nova Zelândia, tem servido ótimas opções veganas aos alunos, e receberam até premiação da UNESCO. (Foto: Shutterstock)

0 comments

O Centro de Aprendizagem Tiaki em Rotorua, na Nova Zelândia, tem servido ótimas opções aos seus alunos em seu menu vegetariano desde 2015, mas uma recente mudança para um cardápio totalmente vegano fez com que a escola fosse até premiada.

Além da criação de um cardápio vegano equilibrado e delicioso para os alunos, o centro educacional não mediu esforços para se tornar uma instalação totalmente livre de produção de lixo, o que chamou atenção internacionalmente. O prêmio da UNESCO para a Educação para a Cidadania Global acabou sendo dado para o Centro de Aprendizagem Tiaki.

O Centro de Aprendizagem Tiaki em Rotorua, na Nova Zelândia, tem servido ótimas opções veganas aos alunos, e receberam até premiação da UNESCO. (Foto: Shutterstock)
O Centro de Aprendizagem Tiaki em Rotorua, na Nova Zelândia, tem servido ótimas opções veganas aos alunos, e receberam até premiação da UNESCO. (Foto: Shutterstock)

A instalação de aprendizado para crianças cultiva grande parte de sua comida de seu próprio jardim no local, que não apenas fornece os ingredientes mais frescos, mas reduz consideravelmente os resíduos de embalagens e do impacto de lixo.

Katherine Maud é professora da escola, e em entrevista ao site Stuff disse: “Cultivar nossos próprios vegetais e frutas tem sido uma ótima maneira de reduzir o desperdício, bem como fazer coisas como biscoitos, pão, homus, biscoitos, e leites de plantas a partir do zero, para evitar embalagens”.

“Tem sido uma grande jornada [criar nosso próprio alimento]. Zero desperdício, vegano e nutricionalmente saudável, enquanto ainda alimenta crianças de dois a seis anos. Estamos muito orgulhosos do que realizamos.”

A escola trabalhou com o nutricionista da Heart Foundation, Jasmin Jackson, no desenvolvimento do menu e ajudou os pais a entender a transição. “Eles estão sendo expostos a diferentes sabores e texturas na pré-escola e estão desenvolvendo um gosto genuíno por vegetais em um período crucial de seu desenvolvimento”, disse Katherine.

Benefícios da alimentação vegana e à base de plantas na infância podem ajudar em um melhor desenvolvimento da criança (Foto: Pixabay)
Benefícios da alimentação vegana e à base de plantas na infância podem ajudar em um melhor desenvolvimento da criança (Foto: Pixabay)

Estudos continuam a apontar para os benefícios de uma dieta baseada em plantas, particularmente para o desenvolvimento de cérebros e corpos. A Nova Zelândia recentemente viu um dos locais de reunião mais antigos do país mudar para uma dieta baseada em vegetais para a saúde da comunidade. E nos oceanos, as escolas do Reino Unido e dos EUA também estão adicionando mais opções de cardápio vegano para os alunos.

Nos EUA, os dois maiores distritos escolares do país, de Nova York e Los Angeles, trouxeram várias ofertas veganas e aumentaram a demanda devido ao aumento de adeptos ao veganismo. Muitas das escolas agora também estão adeptas à Segunda-feira Sem Carne, campanha esta que até o Brasil já aderiu.

“Ao aprender a gostar de comer plantas agora, eles estão se preparando para hábitos alimentares saudáveis ​​para o resto de suas vidas”, reforçou a professora do Centro de Aprendizado Tiaki.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>