• Home
  • Empresa de delivery se recusa a entregar foie gras nos EUA

Empresa de delivery se recusa a entregar foie gras nos EUA

0 comments

O Serviço de entrega norte-americano Postmates decidiu que não entregará mais o foie gras, alimento feito com o fígado ingurgitado de patos ou gansos alimentados à força.

O termo ‘foie gras’ é de origem francesa e significa “figado gordo”. O alimento é feito do fígado do pato ou ganso que foi forçadamente alimentado à exaustão, causando a hipertrofia lipídica do órgão.

O ganso ou pato é alimentado várias vezes por dia, através de um tubo de metal enfiado da garganta até o estômago do animal, forçando seu organismo. Essa prática cruel pode gerar infecções, inflações asfixia e uma dolorosa morte.

Prato de foie gras (Foto: Stephanie Diani/The New York Times/Arquivo)

O grupo de defesa animal PETA sugeriu que o serviço de delivery se recusasse a aceitar entregas de alimentos que contém o patê feito com o fígado de animais forçados a viver em situação cruel. O Postmates atendeu ao pedido prontamente.

De acordo com o VegNews, a vice-presidente executiva da peta, Tracy Reiman, anunciou que o alimento oficialmente está fora do menu de entregas do Postmates.

Reiman ainda comentou que “a PETA vai continuar fazendo com que outras empresas se unam na rejeição a esse prato cruelmente produzido”.

Vários países já proibiram a produção e venda de foie gras nos últimos anos. Entre eles, a Austrália, o Reino Unido e a Alemanha. Na Califórnia (EUA), uma briga judicial se iniciou quando uma lei que proibiu o foie gras no estado entrou em vigor em 2012, levando chefs a retaliar a proposta, conseguindo anulá-la em 2015.

Em 2017, juízes reavaliaram a proibição e, por unanimidade, baniram novamente o foie gras – decisão esta que, infelizmente, ainda está sendo revisada pelos legisladores estaduais.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>