• Home
  • Cabra que foi forçada a ingerir uísque e cocaína recomeça a vida em um abrigo

Cabra que foi forçada a ingerir uísque e cocaína recomeça a vida em um abrigo

Cabra salva depois de ter sido torturada por seu ex-tutor.

0 comments

Uma cabra que foi cruelmente forçada a ingerir cocaína meses atrás, começou uma nova vida em um santuário. O animal se tornou conhecido na internet depois que seu ex-responsável, Sergio Palomares-Guzman e um treinador de cavalos de Grayson, Geórgia, nos Estados Unidos, postou um vídeo do animal sendo obrigado a beber uísque e comer cocaína.

Palomars-Guzman foi acusado de crueldade agravada e o animal foi salvo pelas autoridades. Depois de descobrir o vídeo, Kyla Jones, fundadora da organização defensora dos direitos animais SNAP2IT em Atlanta, nos EUA, entrou em contato com o departamento de controle animal do país pedindo a adoção da cabra.

Cabra salva depois de ter sido torturada por seu ex-tutor.
Cabra salva após viver momentos traumáticos em que ingeriu droga e bebida alcoólica. (Foto: Standard)

Jones disse que não podia assistir ao vídeo porque isso a deixava irritada demais. Mas nomeou o animal como “Whiskey”. Segundo ela, a cabra chegou ao abrigo abaixo do peso ideal e tinha medo das pessoas.

“Você podia ver sua espinha dorsal, costelas e ossos do quadril”, disse Jones.

Os voluntários do abrigo tiveram que incentivar o animal a comer, oferecendo-lhe pedaços de vegetais e frutas. Desde que chegou ao centro de resgate, Whiskey adquiriu seis quilos.

“Agora, ele ama seus vegetais. Ele adora salada e alface e maçãs e uvas, tudo o que pudermos dar a ele que ele ama”, acrescentou.

Os agentes do SNAP2IT ainda trabalharam duro para estabilizar a saúde da cabra que passou por tratamento desparasitante e faz check-ups periódicos.

“Queremos ter certeza de que ela está saudável e garantir que não tenha nenhum efeito residual”, informou.

Desde que foi resgatada, Whiskey se tornou mais social e aprendeu a confiar nos humanos novamente. “É uma fonte de amor, é o animal mais dócil”, finalizou.

Veja o vídeo abaixo em inglês e sem legendas:

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>