• Home
  • Autoridades querem banir alimentos processados de escolas de Nova York

Autoridades querem banir alimentos processados de escolas de Nova York

Alimentos processados estão sendo banidos de escolas americanas.

0 comments

Legisladores norte-americanos querem proibir produtos artificiais e outras carnes processadas de serem servidas nas escolas públicas de Nova York, nos Estados Unidos. Os membros do conselho da cidade apresentaram o que está sendo chamado de resolução “Ban the Baloney” em tradução livre “Proibir a Mortadela”, a pedido do prefeito do Brooklyn, Eric Adams, que adotou uma dieta baseada em vegetais para cuidar da sua condição de diabético.

“Não podemos continuar alimentando nossos filhos substâncias que são cientificamente comprovadas para aumentar suas chances de câncer mais tarde na vida. Nuggets de frango e hambúrgueres estão na mesma classe de substâncias que os cigarros. Sabemos que nunca daríamos cigarros para nossos filhos fumarem, então não há absolutamente nenhuma razão para continuarmos a envenenar a saúde de nossos filhos com alimentos processados”, disse Adams.

Alimentos processados estão sendo banidos de escolas americanas.
Pesquisas comprovam que alimentos processados causam problemas de saúde. (Foto: Karmaspot’s)

Em 2015, a Organização Mundial de Saúde classificou a carne processada como um tipo cancerígeno do grupo 1, citando evidências científicas de que essas carnes, como bacon, presunto, salsichas e algumas carnes podem aumentar o risco de várias doenças, incluindo diabetes, cancros múltiplos e doenças respiratórias. A Resolução 238 observa que, o Departamento de Educação serve diariamente cerca de 95o mil refeições aos alunos, incluindo refeições que contenham carnes processadas.

“Estou apresentando esta resolução hoje para proteger a saúde e o bem-estar das crianças de Nova York. Em uma nota pessoal, eu fiz a escolha de adotar uma dieta baseada em vegetais para proteger minha própria saúde, então eu acredito firmemente que devemos fazer tudo o que pudermos para garantir que nossos filhos comam corretamente ”, afirmou o vereador Fernando Cabrera.

Outros membros do conselho como o artista Justin Brannan e a democrata Helen Rosenthal, também eliminaram a carne de suas dietas. O gabinete do prefeito de Blasio informou que está avaliando a proposta.

“Esta Administração está empenhada em fornecer a todos os nossos alunos refeições gratuitas, saudáveis ​​e nutritivas. Lançamos o programa Meatless Monday e estamos revisando essa proposta”, informou Olivia Lapeyrolerie, porta-voz da prefeitura.

Em 2015, menos de 20% das crianças de Nova York entre 6 e 12 anos comeram mais de cinco itens de frutas e vegetais por dia, e uma em cada três crianças em todo o país está com sobrepeso ou obesidade. A alimentação saudável nas escolas, particularmente uma dieta rica em frutas e vegetais, tem provado melhorar os resultados dos testes das crianças, os níveis de atenção e os níveis de energia, de acordo com os legisladores.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>