• Home
  • ONG critica cantor Latino por tratar macaco como animal doméstico

ONG critica cantor Latino por tratar macaco como animal doméstico

0 comments

A ONG Ampara Silvestre fez uma publicação em rede social por meio da qual criticou o cantor Latino por ter tratado o macaco Twelves como um animal doméstico.

(Foto: Divulgação)

A entidade inicia a nota dizendo que lamenta a morte do macaco, mas que não pode deixar de se posicionar sobre um animal silvestre sendo tratado como se fosse doméstico. “Twelves era um macaco prego. Que era vestido como humano, usava coleira, era tratado como uma criança. Seus instintos não eram respeitados, sua liberdade lhe foi tirada, ou melhor, nunca teve direito a ela. Nasceu para ser status”, afirmou a ONG.

A entidade disse ainda que independentemente da condição financeira ou social da pessoa, um animal silvestre nunca vai ter uma vida adequada para sua espécie em cativeiro. “Nada substitui a vida em seu habitat”, escreveu.

O fato do macaco ter fugido duas vezes, sendo que na segunda ele foi atropelado e morto, também foi comentado pela ONG. “Já era a segunda fuga do macaco prego, ambas foram na mesma região, local de mata. É evidente que ele sentia a necessidade de um contato maior com a natureza e liberdade. Entendemos o encanto que os animais causam nas pessoas, mas isso não lhes dá o direito de tê-los”, disse a entidade, que reforçou que silvestre não é animal doméstico e que “seu lugar é na natureza e podermos vê-los em seu habitat natural é inigualável”.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>