• Home
  • Cavalos abandonados circulam entre carros em avenida de Olinda (PE)

Cavalos abandonados circulam entre carros em avenida de Olinda (PE)

0 comments

Três cavalos, sendo um deles um filhote, foram flagrados caminhando entre carros na Avenida Chico Science, nos Bultrins, no município de Olinda, em Pernambuco. Apesar de estar em vigor, desde janeiro, uma lei municipal que determina o resgate de animais de grande porte das ruas da cidade, os cavalos transitavam pelo local livremente, correndo risco de serem atropelados pelos veículos.

Cavalos transitam entre carros (Foto: San Costa/TV Globo)

A Prefeitura afirma ter resgatado 50 animais desde o início de janeiro. Sendo que 40 deles foram devolvidos aos tutores mediante pagamento de multa que varia de R$ 200 a R$ 1,5 mil. As informações são do portal G1.

Após serem resgatados, os animais são levados para uma área na Cidade Tabajara, onde recebem água e alimentação. Um prazo de cinco dias é estabelecido para que os tutores busquem os animais que, se não forem retirados do local, são doados para instituições públicas ou colocados em leilão.

Denúncias sobre animais de grande porte abandonados podem ser feita através dos telefones  (81) 3439-5535 e (81) 97104-7051. Ao ligar, é preciso informar qual o animal e onde ele se encontra, para que um caminhão da Prefeitura seja deslocado até o local.

Nota da Redação: o serviço de resgate de animais de grande porte é importante e necessário, pois impede que os animais sejam atropelados ou sofram nas ruas. Entretanto, a decisão da Prefeitura de doar os animais a instituições públicas ou leiloá-los é extremamente problemática. Isso porque essa doação fatalmente condenará esses animais à exploração, visto que animais de grande porte, como cavalos, frequentemente são explorados por instituições, como a polícia, em atividades que os fazem trabalhar de força forçada para servir ao ser humano e, em alguns casos, os expõe a risco de ferimento e morte. O leilão, por sua vez, não é uma proposta adequada também, já que coloca seres vivos no patamar de objetos passíveis de venda e os trata como bens de consumo, o que é inaceitável sob o ponto de vista dos direitos animais.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>