• Home
  • Vacas são eletrocutadas e penduradas para sangrar até a morte em fornecedor do McDonald’s

Vacas são eletrocutadas e penduradas para sangrar até a morte em fornecedor do McDonald’s

0 comments

Nas cenas capturadas em um matadouro administrado pelo fornecedor global de alimentos OSI Group, os trabalhadores não conseguem atordoar as vacas, mesmo após eletrocutarem-nas na cabeça repetidamente. As vacas conscientes são acorrentadas de cabeça para baixo e se agitam desesperadamente após suas gargantas serem cortadas.

Foto: PETA

Os esforços da SOKO contra o fornecedor do McDonald’s tiveram êxito. Segundo os relatórios, o matadouro foi fechado e a polícia está investigando a operação. Os ativistas têm realizado protestos contra a indústria da carne. Depois de descobrirem sobre o vídeo, os voluntários da PETA ZWEI – parte do afiliado da PETA na Alemanha – realizaram um protesto em um McDonald’s em Hamburgo.

Os bilhões de animais mortos para a alimentação humana sofrem durante todas as suas vidas apenas para serem assassinados violentamente.

As vacas são animais inteligentes e sensíveis que sentem dor assim como nós. Os animais que sobrevivem ao confinamento, às fazendas de laticínios e de vitela enfrentam uma viagem infernal ao matadouro. Eles são amontoados em caminhões, onde normalmente são privados de alimento, água e repouso durante a jornada que pode durar dias. Muitas vacas se não suportam o clima quente e, no frio, congelam e precisam ser retiradas pelos funcionários do matadouro, informa a PETA.

Considerando a rapidez das mortes nesses locais, muitas vacas, como as observadas na filmagem do SOKO, são inadequadamente atordoadas e cortadas em pedaços enquanto ainda estão conscientes. Ramon Moreno, funcionário de um matadouro, disse ao The Washington Post que frequentemente corta as pernas de vacas completamente conscientes.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>