• Home
  • Porco é retalhado em escola infantil

Porco é retalhado em escola infantil

0 comments

O professor do jardim de infância de Fuwawa usou um avental e um chapéu de cozinheiro branco enquanto cortava o corpo do porco e exibia seus órgãos.

Foto: Reprodução, Youtube

A escola afirma que o “experimento” foi feito como parte de uma lição de anatomia. Após a “lição”, o porco foi cozido e servido às crianças e aos pais.

Visto por mais de oito milhões de pessoas, o vídeo reuniu milhares de comentários, incluindo muitos sobre o bem-estar das crianças que viram o animal ser cortado em pedaços. Esta é uma preocupação válida, considerando que pesquisadas mostram que funcionários de matadouros frequentemente sofrem de transtorno pós-traumático.

O que as pessoas não compreendem é que os animais não deveriam ser tratados dessa maneira, muito menos na frente de crianças.

Os animais explorados em fazendas são tão inteligentes e sensíveis quanto os cães e gatos domésticos. As galinhas são capazes reconhecer mais de 100 indivíduos e as vacas constroem amizades íntimas. Os porcos possuem a inteligência de uma criança de três anos e são considerados o quinto animal mais inteligente do mundo, informa a Mercy for Animals.

Porém, em fazendas industriais, os porcos e outros animais são submetidos a uma imensa crueldade. Durante quase toda a vida, as porcas são confinadas em gaiolas de metal que são um pouco maiores do que seus corpos e impossibilitam que se deitem confortavelmente ou até mesmo mudem de posição.

Os leitões têm os testículos arrancados sem analgésicos e, às vezes, sofrem hérnia intestinal por causa das castrações malfeitas. Seus rabos são dolorosamente arrancados com tesouras. Aqueels que não crescem rápido o suficiente são jogados de cabeça em pisos de concreto.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>