• Home
  • Vídeos de rinhas de galo resultam na condenação de dois homens na Inglaterra

Vídeos de rinhas de galo resultam na condenação de dois homens na Inglaterra

0 comments

Bill Ripley, 46, e Moses Brinkley, 61, divulgaram vídeos que mostravam as aves se agredindo.

Quando os inspetores da RSPCA investigaram o material, eles encontraram 242 galos em um local de viajantes em Bean, Kent (Inglaterra), sendo que algumas tinham graves ferimentos.

Foto: RSPCA

 

Os vídeos feitos em celulares também mostram uma sessão de treinamento na qual um galo luta contra um pássaro inerte. A instituição de proteção animal iniciou a investigação depois que as postagens indicarem que alguém chamado ‘Shamo Bill’ – que provavelmente é Ripley – estava criando, vendendo e promovendo as rinhas.

Foto: PA

A inspetora da RSPCA, Carroll Lamport, informou: “Fizemos o download de muitas evidências do Facebook, enquanto outros vídeos também foram encontrados em telefones celulares apreendidos pelos homens durante os mandados. Os vídeos – alguns publicados por ‘Shamo Bill’ online – mostram uma série de diferentes rinhas de galo em locais distintos, incluindo um poço improvisado”.

Segundo o Metro, os celulares possuíam diversas mensagens que discutiam a reprodução e a luta dos animais. A inspetora Lamport acrescentou: “Um vídeo, removido de um telefone celular, mostra uma rinha que dura 10 minutos. As aves são vistas se atacando agressivamente e bicando seu oponente. As aves estão ansiosas, obviamente exaustos, enquanto o galo de cor branca está encharcado de sangue e a ave vermelha repetidamente entra em colapso após a luta intensa e prolongada”.

O vídeo não mostra o que aconteceu com os galos posteriormente. Os homens compareceram na Bexleyheath Magistrates ‘Court. Brinkley se declarou culpado de três de cinco crimes relacionados à rinha.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>