• Home
  • Cárcere cruel: casal domestica puma e o mantém dentro de apartamento

Cárcere cruel: casal domestica puma e o mantém dentro de apartamento

0 comments

Um puma que nasceu no zoológico de Saransk, na Rússia, foi comprado por um casal que decidiu domesticá-lo e mantê-lo dentro de um apartamento na cidade de Penza.

Messi, como é chamado, nasceu em 2015 e foi comprado atualmente pela família Dmitriev por 100 mil rublos (cerca de R$ 5,7 mil), segundo sites russos. A guarda definitiva do animal foi dada ao casal tempos depois de ele ter sido levado para visitar o apartamento por algumas horas. No local, ele convive com uma gata de seis anos de idade.

Como se não bastasse ter nascido em um zoológico e, depois, ser levado para um apartamento – local igualmente inadequado -, o puma, que passa por um processo de domesticação, foi submetido a treinamento para aprender a fazer as necessidades fisiológicas apenas fora de casa.

O animal, que devido a sua espécie deveria viver na natureza e jamais nascer em um zoológico, necessita de grandes áreas para se exercitar. Como é mantido confinado em um pequeno apartamento, ele é levado duas vezes ao dia para fazer passeios longos, segundo informações divulgadas pelo G1.

O casal afirma que ter um puma em casa não é muito diferente de ter um cachorro. A declaração, além de perigosa por incentivar outras pessoas a aprisionarem animais selvagens em suas casas, demonstra o tamanho do egoísmo e da ganância humana, que decide por domesticar um animal e mantê-lo preso apenas para tê-lo por perto ao invés de combater o encarceramento de animais e defender a vida selvagem em liberdade.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>