• Home
  • Cadela explorada como isca em rinha ganha molde em 3D para curar fratura

Cadela explorada como isca em rinha ganha molde em 3D para curar fratura

0 comments

Uma cadela de apenas quatro meses explorada em rinhas teve a vida salva graças a uma máscara impressa em 3D. Loca, como é chamada, era covardemente utilizada como isca. Isso é, ela era jogada em meio a dois cachorros fortes e adultos para incitá-los a brigar. Os “cães iscas” são, geralmente, pequenos e submissos e terminam por ser dilacerados na rinha, mortos pelas pessoas que os exploram ou abandonados gravemente feridos.

Molde impresso em 3D salva a vida de cadela explorada como isca em rinhas (Foto: Reprodução / YouTube)

Loca, felizmente, tinha um final feliz reservado para ela. Apesar de ter sido resgatada com graves ferimentos, a cadela pôde ser salva e se recuperar. Isso porque estudantes de engenharia biomédica do campus do município de Davis da Universidade da Califórnia criaram, em conjunto com cirurgiões veterinários, uma máscara impressa em 3D projetada especificamente para atuar como o osso fraturado do crânio da cadela.

Loca foi encontrada com o rosto esmagado, a mandíbula fraturada e com danos extremos na articulação temporomandibular. Levada à Davis School of Veterinary Medicine com poucas chances de sobrevivência, ela foi submetida a uma complexa cirurgia.

O molde, de nome Exo-K9 Exoesqueleto, foi colocado no rosto de Loca para que ela pudesse ser curada de forma adequada. Até o momento, a equipe de médicos veterinários havia trabalhado apenas com um protótipo, sendo a cirurgia da cadela inovadora para eles. As informações são do portal Histórias com Valor.

Loca foi resgatada com uma fratura na mandíbula (Foto: Reprodução / YouTube)

“Loca esteve extremamente bem ao longo de sua hospitalização de 3 dias. Ela quase imediatamente começou a comer alimentos macios e ficou confortável com seus medicamentos contra a dor”, disse um membro da equipe. “Além do Exo-K9, Loca foi equipada com uma banda de pescoço acolchoada para garantir a estabilização da fratura no pescoço e limitar sua mobilidade durante o processo de cicatrização”, concluiu.

Após a cirurgia, a cadela ficou sem acesso a brinquedos, ossos ou qualquer item de difícil mastigação por um mês. “A máscara e o colar do pescoço permaneceram em todos os momentos exceto para permitir que ela comesse e bebesse. Ela foi alimentada com uma dieta suave até que seus ferimentos se curaram”, afirmou o veterinário.

Confira o processo de recuperação da cadela no vídeo abaixo:

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>