• Home
  • Derretimento do gelo marinho do Ártico aumenta secas na Califórnia

Derretimento do gelo marinho do Ártico aumenta secas na Califórnia

0 comments

Conforme as temperaturas aumentam, espera-se que o Oceano Ártico fique livre de gelo em duas ou três décadas, gerando mais calor solar armazenado no Oceano Ártico.

Foto: National Geographic

Isso provocará mudanças na circulação atmosférica e  nas formações das nuvens no Pacífico tropical que se movem para o norte.

Consequentemente, ocorrerá a construção de um sistema de alta pressão conhecido como uma crista atmosférica no Pacífico Norte ao largo da costa da Califórnia, conduzindo tempestades para o Norte do Alasca e Canadá.

“Isso tem o potencial de causar uma seca muito semelhante à que tivemos entre 2012 e 2016”, disse Ivana Cvijanovic, cientista atmosférica do Laboratório Nacional Lawrence Livermore do Departamento de Energia.

De acordo com a Reuters, Cvijanovic liderou o estudo com contribuições de colegas no laboratório e da University of California, em Berkeley.

A recente seca de cinco anos custou bilhões de dólares aos produtores da região, reduziu milhares de empregos sazonais da agricultura e aumentou as despesas dos residentes com eletricidade porque os sistemas hidrelétricos falharam.

Os modelos dos cientistas revelaram que a perda do gelo marinho poderia causar uma diminuição de 10% a 15% nas chuvas da Califórnia quando se considera uma média de 20 anos, sendo que anos são muito mais secos e outros mais úmidos.

O estudo foi publicado na revista Nature Communications e foi financiado pelo escritório de ciência do Departamento de Energia.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>