• Home
  • Onça parda que teve as presas arrancadas é resgatada de cativeiro

Onça parda que teve as presas arrancadas é resgatada de cativeiro

0 comments

Uma onça parda foi resgatada de um cativeiro no município de Capitão de Campos, a 135 km de Teresina, no Piauí. Vítima de maus-tratos, a onça, que vivia em um espaço pequeno e inadequado, teve as presas arrancadas.

A onça teve as presas arrancadas (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Informações dão conta de que outra onça, mais nova, também vivia no local, mas morreu há aproximadamente dois meses. Outros animais também foram resgatados pela operação da Polícia Civil, dentre eles pássaros, jabutis, raposas e um filhote de gato maracajá. Eles eram mantidos em dois imóveis, uma casa e um sítio, de propriedade de um policial civil aposentado que não teve a identidade revelada. Ele e um caseiro foram presos.

“O estado dos animais é deprimente, alguns presos em cubículos”, disse a delegada Lucivânia Vidal em entrevista ao G1.

Jaboti, javali e filhote de gato maracajá foram resgatados (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

A onça foi encontrada em uma casa localizada na zona urbana de Capitão de Campos, segundo o delegado Jorge Terceiro. Os outros animais foram encontrados em um terreno na zona rural da cidade.

De acordo com o delegado, o proprietário dos imóveis não estava envolvido com tráfico de animais, já que não os comercializava. “Ele criava esses animais na casa dele na cidade e também no interior. A população toda sabia e não dizia nada, mas quando a gente soube, fez as diligências e montamos a operação”, relata Jorge.

Aves silvestres foram encontradas aprisionadas em sítio (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) irá avaliar os animais resgatados a fim de analisar se eles sofreram lesões incapacitantes, como aconteceu com a onça parda.

Os dois presos vão responder pelos crimes ambientais de cativeiro de animais silvestres, abuso e maus-tratos, com agravante por se tratarem de espécies em extinção.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>