• Home
  • Galos explorados em granjas reaprendem a andar com a ajuda de cadeiras de rodas

Galos explorados em granjas reaprendem a andar com a ajuda de cadeiras de rodas

0 comments

Darcy Smith, uma agente de polícia aposentada do Norte da Califórnia que adotou animais resgatados, solicitou a cadeira de rodas para o galo Roo, que sofreu uma lesão na cabeça e não conseguia andar e ficar de pé.

Foto: Facebook, Funky Chicken

O galo ganhou a cadeira de rodas personalizada feita sob encomenda da Austrália e Smith espera que Roo possa caminhar sozinho novamente em breve.

“A mudança de comportamento foi imediata – seus olhos se iluminaram e ele pôde ser ele mesmo novamente”, diz Smith à ABC.

A cadeira foi feita no subúrbio de Murrumbeena, em Melbourne, onde uma mulher tem se esforçado para atender a uma enorme demanda por cadeiras de rodas específicas para aves anteriormente exploradas em granjas. “Sou somente eu na garagem e no quarto extra fazendo toda a costura. Não é lucrativo, é um trabalho de amor”, relata Miranda Boulton.

Smith falou sobre o progresso de Roo em sua página do Facebook chamada Funky Chicken, onde possui 2,200 seguidores e faz atualizações frequentes sobre as outras galinhas em sua casa.

Foi um desses seguidores que descobriu a as cadeiras de rodas para galinhas e procurou Boulton para fazer uma doação anônima e acelerar a entrega.

“Eu realmente gostaria de agradecê-los, realmente fez o meu dia. Acredito que eles fizeram isso como um ato aleatório de gentileza com a bondade de seu coração”, observou Smith.

Boulton, que também trabalha como diretora de cuidados de crianças, fez uma das pequenas cadeiras de rodas para uma galinha resgatada que precisava de reabilitação no início do ano e, desde então, ela produziu mais de 100 cadeiras.

A maior parte da demanda é dos Estados Unidos, mas ela também atendeu pessoas na Nova Zelândia, Dinamarca, Alemanha, Canadá e Reino Unido.

“Você pode ver cadeiras de rodas para cães e gatos, há muitas para os nossos amigos de quatro patas, mas nada lá fora para galinhas – acho que existia uma lacuna no mercado. Há tantos entusiastas de galinhas na América … especialmente no norte, muitas pessoas precisam levar suas galinhas para dentro do inverno, elas são realmente parte da família”, destaca.

Foto: Facebook, Chicken Theraphy Chairs

A família de Smith já resgatou gatos, cães, cavalos e outros animais – além de mais de 30 galinhas. Para ela, os animais domésticos com penas não são menos amados do que os com quatro patas.

“Somos apenas uma família comum que realmente ama os animais. Roo não é apenas um galo ou galinha – Roo é nosso animal doméstico como um cão ou gato seria e nós o amamos muito. É por isso que estamos tentando fazer com que seja saudável novamente”, finaliza.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>