• Home
  • Cão explorado pela polícia é baleado na cabeça durante tiroteio

Cão explorado pela polícia é baleado na cabeça durante tiroteio

0 comments

Um pastor alemão explorado pela polícia foi baleado na cabeça durante um tiroteio. Bruno, como é chamado o cachorro, procurou pelo policial que o acompanhava após ser atingido pelo tiro.

Cão internado após ser baleado durante tiroteio (Foto: Divulgação)

O cachorro apareceu diante do oficial R. J. Young com imenso sangramento. Bruno foi levado a uma clínica veterinária, onde teve que ser submetido a uma cirurgia de emergência.

Devido aos cuidados da equipe de veterinários, o cão sobreviveu, mas permanece internado. Após receber alta, ele será adotado pelo policial, que também se comprometeu em assumir suas contas médicas.

A vida de Bruno esteve por um fio devido ao egocentrismo da polícia, que coloca a espécie humana como superior às demais a ponto de acreditar que a vida de um cachorro pode ser colocada em risco para proteger e servir as pessoas.

O cão Bruno e o oficial da polícia R. J. Young (Foto: Divulgação)

Lamentavelmente, quando um cão é ferido ou morto ao ser forçado a trabalhar em operações policiais – o que, infelizmente, é recorrente -, a polícia e a sociedade em geral romantiza a exploração imposta ao animal, considerando-o um herói, quando, na verdade, não há nada de heroico ou bonito em obrigar um cachorro a arriscar a própria vida contra sua vontade.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>