• Home
  • Vaca explorada pela indústria de laticínios corre em desespero para não ser separada de filhotes

Vaca explorada pela indústria de laticínios corre em desespero para não ser separada de filhotes

Vaca corre atrás de filhotes

0 comments

Nas imagens, divulgadas pela organização de proteção animal Safe, a mãe se movimenta rapidamente atrás do veículo enquanto luta para se reunir com os filhotes.

Vaca atrás de veículo
Foto: Safe

De acordo com a Safe (Save Animals From Exploitation), as vacas ficam perturbadas quando ficam longe de seus filhotes. A organização afirma que o caso não seria diferente caso se tratassem de crianças humanas.

Segundo a RSPCA, as vacas são frequentemente separadas dos seus bebês para reduzir o risco de transmissão da doença, assim como para controlar a ingestão de alimentos e assegurar colostro suficiente.

Vaca corre atrás de filhotes
Foto: Safe

O processo de separação é estressante tanto para a mãe como para o bezerro. A prática padrão da indústria de laticínios é arrancar os bezerros das mães 12 horas após o nascimento.

“A separação dentro de 24 horas do nascimento interfere no desenvolvimento do vínculo vaca-filhote e, assim, diminui a dificuldade de separação. As vacas mostrarão uma resposta forte (chamando) se seu bezerro for separado em uma idade mais avançada”, diz o site da organização.

Foto: Safe

Pesquisas revelam uma resposta maior quando ocorre uma separação de um bezerro de duas semanas em comparação com um dia de vida.

Os bezerros que crescem com suas mães são conhecidos por ter comportamentos menos erráticos, são mais brincalhões e têm mais habilidades sociais, revela o Daily Mail.

Eles também ganham mais peso e possuem uma saúde melhor com taxas de morbidade e mortalidade menores.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>