• Home
  • Gatinha fica paraplégica após ser puxada e rodopiada pela cauda

Gatinha fica paraplégica após ser puxada e rodopiada pela cauda

Crédito: HAART

0 comments

Crédito: HAART
Em decorrência do abuso, a gatinha ficou paralítica das pernas traseiras. Crédito: HAART

A gatinha Monkey foi sequestrada da mãe quando tinha apenas alguns dias de idade. Foi então que ela passou a viver com uma família abusiva.

Uma das pessoas que vivia com Monkey a pegou pela cauda e rodou como se fosse um brinquedo.

Em decorrência do abuso, a gatinha desenvolveu sequelas terríveis e ficou paralítica das pernas traseiras.

Duas semanas depois, Monkey foi encontrada e resgatada. Ela foi levada para um veterinário que consegui melhorar o estado de saúde dela.

A ONG HAART ficou sabendo do caso da gatinha e ofereceu abrigo e cuidados. Para chegar até a organização, a gatinha teve que enfrentar uma viagem de 4.000 quilômetros até Perth, na Austrália.

Depois que chegou, Monkey passou duas semanas recebendo cuidados veterinários. Em seguida, ela foi levada para um lar temporário, onde ficaria até que alguma família a adotasse.

No entanto, a família que acolheu Monkey temporariamente se apaixonou profundamente por ela. Então eles mesmos decidiram adotá-la.

A história de Monkey prova que é possível existir um final feliz se as pessoas intervirem quando deparadas com situações de crueldade e negligência.

Graças ao trabalho dos voluntários da HAART, a gatinha agora vive em um lar feliz.

A família de Monkey criou uma página de arrecadação de fundos para ajudar a pagar os tratamentos dos danos neurais que a gata sofreu.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>