• Home
  • ‘Rouba uma e eu faço duas’, diz jovem que fez restaurantes para cães após furtos

‘Rouba uma e eu faço duas’, diz jovem que fez restaurantes para cães após furtos

0 comments

Estrutura que foi furtada na região norte de Palmas (Foto: Arquivo Pessoal)

Dois dos quatro ‘restaurantes fome zero’ feitos por um morador de Palmas para cachorros abandonados foram furtados. As estruturas começaram a ser instaladas em julho deste ano por João Araújo, de 29 anos, e oferecem potes com ração, cobertura para proteger do sol e da chuva e água.

Agora, ele conta que vai chumbar ou acorrentar as casinhas para impedir novos furtos.

“Ao invés de o ser humano ajudar o projeto faz é roubar. Não há necessidade de fazer isso. Todo ser humano tem que ter o dom de ajudar os animais. A forma de ele pedir é abanar o rabo e chegar perto de você”, diz o jovem.

O primeiro ‘restaurante’ feito por Araújo foi instalado ao lado da casa dele e conta também com iluminação. A iniciativa surgiu para ter um lugar mais organizado, fácil de abastecer e que tivesse um pouco de conforto para os animais.

Depois, ele instalou mais dois pela cidade e um quarto restaurante está sendo construído. Os furtos ocorreram no distrito de Taquaruçu e na quadra 103 Norte, neste mês de outubro. “Agora a gente tem que procurar um jeito de chumbar ela no chão para não levarem”, afirmou.

Iniciativa foi de jovem apaixonado por cães em Palmas (Foto: Arquivo Pessoal)

A iniciativa do ‘restaurante fome zero’ para cachorros conquistou os palmenses. Na página criada para o projeto, a postagem de inauguração da primeira estrutura tem mais de 90 mil visualizações.

Araújo conta que tem recebido ajuda de uma ONG de Palmas, que doou palets para ele construir mais casinhas. Além disso, constantemente recebe doações de ração. O jovem comemora que a ideia se espalhou pela internet e está sendo copiada.

“Em Minas Gerais um rapaz pegou e fez também com a logo do projeto. Ele relata que lá começaram a roubar ração e ou até levar os próprios animais para comer”, afirmou.

Apesar dos furtos, o jovem conta que não desanima: “Isso só me anima para fazer mais. O cara rouba uma e eu faço duas”, disse.

Primeiros ‘clientes’ já apareceram no local (Foto: Arquivo Pessoal)

Fonte: G1

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>