• Home
  • Ativistas pedem a fãs de hóquei que deixem de jogar polvos durante jogos

Ativistas pedem a fãs de hóquei que deixem de jogar polvos durante jogos

A tradição de arremessar polvos durantes jogos de hóquei. Crédito: Kirthmon F. Dozier, DFP

0 comments

A tradição de arremessar polvos durantes jogos de hóquei. Crédito: Kirthmon F. Dozier, DFP
A tradição de arremessar polvos durantes jogos de hóquei | Foto: Kirthmon F. Dozier, DFP

Nos EUA, ativistas pediram aos fãs do time de hóquei Red Wings que abandonassem a tradição cruel de arremessar polvos na pista durante jogos importantes.

“Os polvos são animais inteligentes e sensíveis que usam ferramentas, se comunicam entre si, formam vínculos românticos e merecem nosso respeito”, disse a porta-voz da PETA, Colleen O’Brien, em um comunicado à imprensa.

O time recentemente estreou uma arena nova e O’Brien afirmou que, com a nova fase do time, ela esperava que também fosse inaugurada uma nova era repleta de compaixão pelos animais.

Por isto, a PETA distribuiu polvos de pelúcia durante o jogo do Red Wings contra o Minnesota Wild.

Arremessar polvos mortos na pista é uma tradição de 65 anos dos fãs do Red Wings. Ela teve início com dois irmãos donos de um mercado que escolheram o polvo – que tem oito braços – para simbolizar os oito jogos eliminatórios do campeonato.

Embora um decreto municipal de Detroit e a própria arenas proíbam o arremesso de polvos nos jogos, há anos a prática não é punida.

Em teoria, os fãs poderiam ser expulsos do jogo e multados até US$ 500, de acordo com o decreto.

Esta não é a primeira vez que a PETA se opõe à prática. No começo do ano, a organização afirmou que os fãs que arremessam polvos devem receber uma multa de US$ 5 mil e ser permanentemente expulso de todos os jogos do Red Wings.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>