• Home
  • Resíduos de plástico são encontrados no Oceano Ártico

Resíduos de plástico são encontrados no Oceano Ártico

Missão no Ártico

0 comments

 

Missão no Ártico
Foto: Reprodução, Ecowatch

A equipe internacional de pesquisadores – da aclamada Missão do Ártico da Pen Hadow – conseguiu se aventurar até o local devido ao derretimento do gelo marinho.

“As embarcações agora podem acessar e explorar uma região oceânica nova, inexplorada e vulnerável no planeta”, afirmou uma publicação do blog da expedição, observando que aproximadamente um milhão de quilômetros quadrados do Oceano Ártico Central provavelmente não terá gelo neste verão.

“Durante os 25 anos em que tenho explorado o Ártico, nunca encontrei pedaços de lixo tão grandes e visíveis. Os blocos de poliestireno estavam no topo do gelo”, contou Hadow ao The Guardian.

Esses resíduos não biodegradáveis podem ser divididos em pequenos pedaços ou micro plásticos e podem ser ingeridos por animais marinhos e entrar na cadeia alimenta. A região é o lar de ursos polares, baleias, focas, peixes, aves marinhas e outras espécies únicas para o ecossistema.

“Encontrar pedaços de lixo como este é um sinal preocupante de que o derretimento do gelo pode possibilitar que altos níveis de poluição cheguem a essas áreas”, explicou o biólogo marinho Tim Gordon, da Universidade de Exeter, que dirige a equipe de pesquisa.

“Isso é potencialmente muito perigoso para os animais selvagens do Ártico. A vida selvagem do Oceano Ártico costumava ser protegida por uma camada de gelo marinho durante todo o ano. Agora que isso está derretendo, esse ambiente será exposto à pesca, ao transporte marítimo e à indústria pela primeira vez na história. Precisamos considerar com seriedade a melhor forma de proteger os animais do Ártico contra essas novas ameaças”, acrescentou.

Ao mesmo tempo, Ceri Lewis, da Universidade de Exeter, observou que o degelo do Ártico também poderia desbloquear enormes quantidades de plástico congelado, informa o Ecowatch.

“Muitos rios que são muitas vezes uma fonte de poluição plástica vão até o Oceano Ártico, mas a poluição plástica foi literalmente presa no gelo. Agora o gelo está derretendo, acreditamos que os micro plásticos têm sido conduzidos para o Ártico”, afirmou.

Os cientistas descobriram que até 12 milhões de toneladas de plástico entram nos nossos oceanos todos os anos, o que equivale a um caminhão de lixo cheio a cada minuto.

 

 

 

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>