• Home
  • Mais de 1,7 mil tartarugas são encontradas mortas em SC

Mais de 1,7 mil tartarugas são encontradas mortas em SC

0 comments

A tartaruga-verde é a espécie mais ameaçada (Foto: Luiz Souza/NSC TV)

Somente em 2017, mais de 1,8 mil tartarugas foram recolhidas pelo Programa de Monitoramento de Praias no litoral de Santa Catarina.

Cerca de 1,7 mil já estavam mortas, totalizando 95%, de acordo com o Jornal do Almoço.

As tartarugas são comuns no litoral de Santa Catarina por que se alimentam de algas, presentes em grandes quantidades nas praias da região.

Dados da pesquisa mostram que a causa de morte de 40% das tartarugas são o aprisionamento pelas redes de pesca fixas, que são proibidas.

A fiscalização contra quem faz essa prática é ineficiente, e por isso, muitas das tartarugas morrem afogadas.

Outro grande problema, além da pesca, é o lixo presente nas águas. Cerca de 20% das tartarugas mortas encontradas tinham ingerido lixo, porque confundiram com alimento.

O lixo, composto de papel e plástico, fica preso no estômago, gerando fraqueza e morte por engasgamento.

Recuperada

Tartaruga foi encontrada na praia da Atalaia, em Itajaí, presa a uma rede de pesca (Foto: Luiz Souza/NSC TV)

Uma tartaruga-verde voltou para a casa após três semanas de tratamento. Ela foi encontrada na praia da Atalaia, em Itajaí, presa numa rede de pesca.

Exames confirmaram a desidratação e anemia, e então ela foi reabilitada pelo Projeto Tamar, em Florianópolis. Nesta quarta-feira (20), ela voltou ao mar.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>