• Home
  • Tamanduá-mirim é visto dentro de condomínio em Feira de Santana (BA)

Tamanduá-mirim é visto dentro de condomínio em Feira de Santana (BA)

0 comments

Um tamanduá-mirim foi encontrado em um condomínio em Feira de Santana, na Bahia, na noite da última quinta-feira (14). O caso foi registrado por câmeras de segurança, que o flagraram circulando entre as casas do local.

Laís Animal, de 10 anos, viu o tamanduá e o confundiu com um gato. “Pensei que era um gato. Quando ele veio, ele ficou na minha frente e do nada ficou em pé. Ele levantou as garras”, contou.

Tamanduá foi encontrado em condomínio de Feira de Santana (BA) (Foto: Reprodução / TV Subaé)

Moradores tentaram resgatar o tamanduá, que pulava entre os telhados das casas, mas não conseguiram. Na noite da última sexta-feira (15), ele foi visto novamente, pela última vez.

O residencial, que tem 446 casas, está localizado em uma área que antes tinha muitas árvores e matagal. A suspeita é de que o tamanduá tenha se escondido em alguma das árvores que restaram no local.

A bióloga Luma Borges, em entrevista ao G1, explicou que a espécie tem hábitos noturnos. “Ele é presente em todos os biomas. Ele migra do habitat natural para buscar alimento. Ele se alimenta de cupins e formigas. Como está ocorrendo desmatamento para a construção de condomínios residenciais, ele acabando migrando e por isso acaba ocorrendo esses fatos”, disse.

Os moradores do condomínio acionaram o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), que afirmou não ter localizado o tamanduá ainda.

Nota da Redação: o desmatamento é um problema grave que precisa ser enxergado não só pela ótica da degradação ambiental, mas também pela preservação da vida animal. A destruição do meio ambiente faz com que animais percam seus habitats naturais. Notícias relatando o aparecimento de silvestres em perímetros urbanos tem sido cada vez mais comuns, fato preocupante que demonstra o egoísmo do ser humano enquanto habitante deste planeta, que vive como se não o dividisse com outras espécies e destrói a natureza em benefício próprio, ignorando a necessidade de preservação da fauna e da flora. 

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>