• Home
  • Ártico registra aquecimento duas vezes mais rápido do que o resto do planeta

Ártico registra aquecimento duas vezes mais rápido do que o resto do planeta

Derretimento de gelo marinho

0 comments

Derretimento de gelo marinho
Foto: AP Photo/David Goldman

A região polar do norte está se aquecendo duas vezes mais rápido em relação ao resto do planeta, o que tem despertado muitas preocupações dentre cientistas.

“O derretimento do Ártico irá assombrar todos nós”, disse o cientista alemão especializado em clima Stefan Rahmstorf.

As geleiras, o gelo marinho e uma imensa camada de gelo do Ártico têm degelado com o ar quente acima e a água quente abaixo.

Enquanto os líderes globais estabelecem o propósito de impedir o aumento de 2 graus Celsius no aquecimento provocado pela humanidade desde o período pré-industrial, o Ártico já atingiu esse perigoso patamar, segundo o Metro.

A Terra está ficando mais quente devido ao acúmulo de gases que emitidos no ar pela queima de carvão, petróleo e gás natural, de acordo com décadas de pesquisa.

Os cientistas previram há muito tempo que o Ártico se aqueceria primeiro e mais rápido do que o resto do mundo.

Agora, os fatos estão provando que eles estavam corretos. O Ártico é principalmente coberto com uma camada de gelo e o derretimento dela muitas vezes conduz um ciclo que contribui para o aquecimento global.

O gelo do mar é branco e reflete o calor solar de volta ao espaço. Porém, quando ele derrete, é substituído por um oceano escuro que o absorve intensamente, explicou o ex-chefe da NASA, Waleed Abdalati, que dirige o programa de pesquisa ambiental da Universidade do Colorado.

O inverno é fundamental. Durante três vezes nas últimas duas estações frias, as temperaturas do ar perto do Polo Norte ficaram próximas ou um pouco acima do congelamento. Isso significa cerca de 50 graus mais quente do que deveria ocorrer.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>