• Home
  • Araras vítimas de tráfico são resgatadas e levadas para reabilitação no AP

Araras vítimas de tráfico são resgatadas e levadas para reabilitação no AP

0 comments

Oito araras foram resgatadas e levadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Amapá (Cetas) em Macapá, Amapá. Elas receberão tratamento para, futuramente, poderem ser devolvidas à natureza.

Araras foram resgatadas durante operação da PM
Araras foram levadas para receberem tratamento no Cetas (Foto: Jéssica Alves / G1)

O Cetas informou que as aves são nativas da região Norte do país e o local para realizar a soltura ainda não foi escolhido. Foram exatamente 6 araras azuis canindés e duas araras vermelhas recebidas pelo Centro. Além delas, mais duas araras piranga e dois tucanos de peito branco chegarão ao Cetas até o final deste mês.

Os animais estão recebendo tratamento que inclui a ingestão de medicamentos e alimentação balanceada. As aves passarão por um período de observação e readaptação ao habitat, antes de serem devolvidas à natureza.

Uma das arras ainda não consegue voar
Araras foram vítimas do tráfico de animais (Foto: Jéssica Alves / G1)

De acordo com a equipe veterinária que atua no tratamento dos animais, as aves chegaram muito estressadas por conta da viagem e uma delas ainda não consegue voar. A maioria já está bem adaptada e se alimentando normalmente.

Segundo o Cetas, essas espécies de araras são oriundas do Amazonas e em certas regiões do Cerrado, no Norte do Brasil. Elas foram salvas durante operações que contaram com o apoio e auxílio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama).

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>