• Home
  • Dezenas de tigres são assassinados por caçadores

Dezenas de tigres são assassinados por caçadores

Rugido de tigre

0 comments

Rugido de tigre
Foto: AFP

Pelo menos 67 tigres morreram neste ano – em grande parte devido à caça e a conflitos com seres humanos.

“Não há transparência nesses assuntos”, enfatizou Theodore Baskaran, ex-administrador da WWF-India.

A Índia é o lar 60% dos tigres do mundo, mas eles enfrentam uma crescente perda de habitat e a demanda pelas partes de seus corpos na China e em outras partes da Ásia.

Funcionários da National Tiger Conservation Authority (NTCA) confirmaram à BBC que os corpos de 58 tigres foram recuperados entre Janeiro e Junho deste ano, assim como as partes dos corpos de nove indivíduos da espécie.

O estado de Karnataka, no Sul do país, registrou 14 mortes, mais do que qualquer outro local, enquanto o estado central de Madhya Pradesh contabilizou 13.

“Os ativistas da vida selvagem estão alarmados principalmente por causa do segredo sobre essas mortes. Também não existe coordenação entre pesquisadores e o departamento florestal”, disse Theodore Baskaran.

As autoridades da NTCA alegam que cada caso é tratado de acordo com os procedimentos operacionais padrão e que não conseguem divulgar as causas das mortes dos animais neste ano até que os relatórios finais dos oficiais sejam entregues.

No ritmo atual, a taxa de mortalidade deste ano pode superar o de 2016, quando 120 mortes foram registradas, o maior número desde 2006. Os falecimentos dos felinos têm subido constantemente nos últimos anos na Índia. Em 2015, as autoridades registraram 80 mortes de tigres, em comparação com 78 no ano anterior.

Calcula-se que a Índia tinha cerca de 100 mil tigres há um século. Os números caíram para menos de 1500 nos primeiros anos deste milênio.

Eles foram incluídos na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) de animais ameaçados de extinção.

Os tigres são encontrados em apenas 2% da Índia e a interferência de seres humanos em seu habitat – assim como a caça de “troféu” e de partes dos seus corpos  – são os principais responsáveis pelo declínio.

Partes de corpos de tigres
Foto: Belinda Wright/WPSI

Ainda assim, desde 2006, os esforços de proteção tiveram alguns resultados. A população de tigres indianos aumentou de 1.706 para 2.226 durante o período 2011-2016.

Porém, os ativistas explicam que muito mais precisa ser feito. Theodore Baskaran e outros ativistas querem que os oficiais florestais conscientizem os moradores que vivem nos arredores dos santuários.

“A revolução da câmera digital, juntamente com o turismo descontrolado dentro do território do tigre, é uma tendência preocupante”, afirmou.

“À medida que milhares de turistas se aproximam cada vez mais de seu habitat, os grandes felinos se acostumam com a proximidade dos seres humanos. Isso ajuda os caçadores a alcançarem os animais e matá-los”, completou.

Os tigres também enfrentam grandes ameaças à saúde por causa de doenças como a cinomose canina disseminada por cães abandonados de aldeias próximas a santuários, revelam os estudos científicos.

“O maior número de falecimentos no ano atual até agora também é devido à mortalidade natural. As mortes por caça e acidentes são evitáveis e são essas as que nos deixam preocupados”, destacou Belinda Wright, diretora executiva da Wildlife Protection Society da Índia (WPSI).

Segundo os registros da WPSI, neste ano, 17 tigres morreram devido a conflitos internos e a causa da morte de 18 felinos é desconhecida.

O grupo diz que 19 tigres foram assassinados por caçadores. Os ativistas também estão preocupados com o crescente número de animais mortos por eletrocussão e outros métodos de extermínio no conflito com humanos.

“Os números de tigres aumentaram e isso será refletido no número de mortes naturais. Embora os esforços de proteção tenham gerado algum resultado, ainda há progressos necessários, que incluem a melhoria da inteligência e a aplicação das leis”, continuou Wright.

A ameaça que os seres humanos representam aos tigres é um grande desafio para os esforços de proteção. Para um tigre sobreviver, ele precisa de em torno 25 mil hectares de terras florestais.

A diminuição das florestas gera a escassez de presas e os tigres são forçados a invadir aldeias e a caçar bois e vacas, explorados por muitas comunidades. Em retaliação, os tigres são envenenados, assassinados ou capturados.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>