• Home
  • Conheça o mercado explorador das fazendas de crocodilos na Tailândia

Conheça o mercado explorador das fazendas de crocodilos na Tailândia

0 comments

A Tailândia é palco de estabelecimentos exploratórios de crocodilos, abrigando as maiores fazendas do mundo que abusam desses animais. Nesses locais, os turistas podem admirar os animais explorados como se fossem objetos do “entretenimento” humano vazio e sem compaixão.

Animais são explorados por fazendas e mortos para se tornarem produtos exportados
Crocodilos amontoados comendo cabeças de frango em fazenda na Tailândia (Foto: REUTERS/Athit Perawongmetha)

A maior das fazendas do país se chama “Fazenda de Crocodilo Sri Ayuthaya” que existe há 35 anos, maltratando cerca de 150 mil crocodilos no local. Este estabelecimento está registrado na Convenção do Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora em Risco (CITES), o que permite que ele exporte legalmente produtos feitos desses animais para diversos países, como a China, seu maior comprador.

Animais são vítimas das fazendas exploratórias
Funcionários de fazenda colocando crocodilos em sacolas (Foto: REUTERS/Athit Perawongmetha)

“Fazemos de tudo, desde criar crocodilos até abatê-los, tingir as peles e exportar produtos derivados do crocodilo”, diz Wichian Rueangnet, dono da fazenda.

Crocodilos são mortos para se tornarem bolsas e carteiras
Funcionária confeccionando carteira com pele de crocodilo em fazenda (Foto: REUTERS/Athit Perawongmetha)

Venda de produtos animais

O mercado vil e explorador é bastante rentável para seus administradores. Por exemplo, bolsas de couro de crocodilo são vendidas por até US$ 2,2 mil e casacos de couro do animal chegam a custar quase US$ 6 mil.

Já o quilo da carne do animal custa cerca de US$ 9. Ao matarem os animais, todas as partes dos seus corpos são aproveitadas. A bile e o sangue, por exemplo, são utilizados para fazer pílulas, pois algumas culturas acreditam que existam benefícios para a saúde.

Crocodilos são possuem nem espaço por conta da superpopulação nas fazendas
Crocodilos amontoados servindo de “atração” para turistas (Foto: REUTERS/Athit Perawongmetha)

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>