• Home
  • OAB investiga situação de animais em parque do Córrego Grande (SC)

OAB investiga situação de animais em parque do Córrego Grande (SC)

0 comments

Parque Ecológico é investigado por Comissão de Direitos Animais da OAB
Segundo denúncias, animais não estariam sendo alimentados corretamente | Foto: Reprodução G1

Uma entidade de proteção animal da região fez uma postagem nas redes sociais relatando a negligência da administração do local para com os animais. Segundo a entidade, patos e tartarugas não estariam sendo alimentados e nem recebendo os procedimentos veterinários, que são de responsabilidade da prefeitura. O caso chegou até a comissão de proteção animal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O vice-presidente da Comissão de Direitos Animais da OAB de Santa Catarina, Márcio Henrique de Almeida, afirma que investigações estão sendo feitas para apurar os supostos casos de maus-tratos.

“Inclusive um animal com pata quebrada, que não teve o cuidado médico veterinário necessário. A gente está vindo ao local para verificar a situação e analisando as questões de qual é alimentação está sendo dada, porque não é qualquer alimentação que eles têm que comer. Há um controle disso para que tenham boa saúde. É um trabalho um pouco mais complexo nesse sentido de análise do que o poder público tem oferecido”.

O diretor geral da Floram, Marcos Leandro da Silva, diz que sabe da situação e deu um prazo para que as coisas mudem no Parque. “Acho que em 30 dias a gente pode ter uma notícia melhor, ter um grupo de trabalho para que a gente possa reunir as pessoas que estejam envolvidas com os animais e fazer uma gestão compartilhada para melhorar, dar qualidade de vida para esses animais”, afirma Silva.

Animais abandonados

Além dos maus-tratos no parque, o local tem sido desova para abandono de animais domésticos, segundo Luciana Schossler , voluntária que alimenta os animais abandonados no local. “Foram uns 10 gatos abandonados. A gente capturou, castrou. Mas acho que tem que ter essa consciência de que abandonar é crime”.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>