• Home
  • Carroceiros recusam “cavalos de lata” e pedem perpetuação da exploração animal

Carroceiros recusam “cavalos de lata” e pedem perpetuação da exploração animal

0 comments

Uma audiência pública ocorreu na Câmara Municipal de Teresina, Piauí, para tratar da insatisfação dos carroceiros, quanto a implementação dos “cavalos de lata”, estrutura alternativa a ser adotada pelos carroceiros, alguns ligados a bicicletas e outros a motor.

Cavalo puxando carroças com crianças e uma enorme quantidade de lixo
Projeto pretende pôr fim aos veículos de tração animal (Foto: ONCA)

O projeto define que os carroceiros devam acabar com a utilização de animais como tração animal para puxar carroças, substituindo pelo novo modelo dos “cavalos de lata”, modelos que custam a partir de R$ 6 mil.

Mas apesar do que pregam os exploradores, a atividade (carroças de tração animal) é intrínseca aos maus-tratos, pois força o a carregar peso durante toda a sua vida, sem ter direito a desfrutar de uma vida digna.

A vereadora Teresa Britto afirma que o projeto é voltado para toda a população teresinense. “Não dá mais em pleno século XXI ter animais sendo chicoteados no centro de Teresina, no meio do trânsito com risco de vida para os carroceiros, para os animais e para a própria população”, afirma.

Além disso, ela completa afirma que o projeto defende os carroceiros. “Eles vivem em situação de vulnerabilidade social cada vez maior, cada vez mais pobres. Os carroceiros são muito pobres, então é preciso que tenha um olhar do poder público”, diz.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>