• Home
  • Fiscalização resgata aproximadamente 1.500 animais em nove dias

Fiscalização resgata aproximadamente 1.500 animais em nove dias

0 comments

94 animais foram encaminhados para o Cetas
Equipe de fauna da FPI montou, no município de Arapiraca, uma estrutura para recebimento dos animais (Foto: Ascom / IMA-AL)

Em apenas 9 dias da Fiscalização Preventiva Integrada do São Francisco – coordenada pelo Ministério Público Estadual (MPE) em Maceió (AL), foram encontrados cerca de 1500 animais, dos quais alguns apresentavam sinais de maus-tratos.

Com o auxílio da equipe veterinária do Instituto do Meio Ambiente (IMA), 94 animais foram examinados e encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Ibama). Antes de serem encaminhados, os animais passam por tratamentos e cuidados na base, segundo o gerente de Fauna, Flora e Unidades de Conservação, Epitácio Correia. “A equipe de fauna recepciona os animais resgatados que eram criados de forma ilegal. Muitos deles se encontram em situações de maus-tratos, os quais, assim que chegam na base e são avaliados, passam por tratamentos e cuidados intensivos para sua recuperação”.

A equipe de fauna da FPI montou, no município de Arapiraca, uma estrutura para recebimento dos animais. Cerca de mil animais, que estavam em boas condições e tinham capacidade de reintegração à natureza, já foram soltos em locais apropriados.

Segundo Ana Cecília Pires, veterinária e consultora ambiental do IMA, os animais encaminhados para o Cetas apresentavam algumas características que impossibilitavam a soltura.

“Alguns animais chegam com as penas cortadas, ou ausência de algumas delas, impedindo voo para serem soltas, necessitando passar um tempo no Cetas para crescimento e recuperação das penas íntegras. Há também animais que não são de ocorrência em Alagoas e que devem ser repatriados para o estado onde há ocorrência deles”, explicou.

Os filhotes resgatados que não chegaram em fase adulta, estão sob cuidados dos veterinários que contam com o apoio de uma rede de supermercado para obtenção dos alimentos adequados para a dieta dos filhotes.

Alem do IMA e do Ibama, fazem parte da FPI do São Francisco, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), a Polícia Militar de Alagoas (PMAL), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Polícia Rodoviária Federal (PRF/AL), Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), entre outros órgãos estaduais e federais.

As ações das equipes da FPI tiveram início no dia 15 e seguem até 26 de maio.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>