• Home
  • Tutora faz sessão de fotos tocante para documentar últimos dias de vida de cachorra com câncer

Tutora faz sessão de fotos tocante para documentar últimos dias de vida de cachorra com câncer

Lilly deitada na cama recebendo carinho da tutora

0 comments

Lilly era a melhor amiga de sua tutora, Jasmina Povše. A cachorra sempre lhe apoiava e também era companheira do outro cão e gato com quem vivia.

Cachorra Lilly deitada no sofá antes de morrer de câncer
Foto: Jasmina Povše

Infelizmente, ela faleceu depois de lutar contra o câncer de fígado.

Porém, sua melhor amiga Jasmina se certificou de realizar a despedida que ela merecia, com uma série de fotografias dedicadas a mostrar seus últimos meses de vida.

“Eu estava em uma missão de resgate de cães na Croácia e, ao deixar um abrigo, eu a vi, tão pequena e amedrontada”, disse Jasmina.

Na época, Jasmina não se sentia capaz de adotar Lilly. Entretanto, duas semanas depois, um amigo foi ao abrigo, encontrou Lilly ainda triste e sozinha no local, coberta de carrapatos e pulgas, e levou-a para Jasmina imediatamente.

“Ela estava em péssimas condições. Foi necessário um mês ou mais para ela se recuperar, mas valeu a pena”, contou.

Ambas se conectaram rapidamente.

Cachorra Lilly
Foto: Jasmina Povše

As alergias e a asma de Jasmina a faziam passar os dias dentro da residência, lutando para sair ao ar livre e se exercitar.

Mas com Lilly ao seu lado, ela encontrou uma motivação para se movimentar, segundo o Metro.

“Ela conseguiu me levar para passear. Foi nesse momento que minha recuperação começou”, afirmou.
Juntas, elas caminharam, brincaram com pedras e visitaram praias em Portugal.

“Ela era minha parceira em tudo o que eu fazia. A amiga que nunca tive. Lilly era minha melhor amiga. Estava preparada para tudo, era brincalhona, feliz, amorosa”, observou Jasmina.

Lilly ao lado do outro cão tutelado por Jasmina
Foto: Jasmina Povše

Em outubro de 2016, Jasmina percebeu que Lilly não estava bem. Ela agia um pouco fora do normal e a tutora levou-a ao veterinário – que não conseguia descobrir o que estava errado.

Lilly estava letárgica e parecia sentir dor.

Ela visitou diferentes veterinários e passou por centenas de testes para descobrir o problema, recusando-se a fazer um alarde mesmo quando era difícil.

Lilly deitada na cama recebendo carinho da tutora
Foto: Jasmina Povše

“Todos os dias eram uma luta. Ela não desistiu nem uma vez”, destacou Jasmina, que tinha certeza de que Lilly ficaria bem.

Uma cachorra tão forte e feliz tinha que se curar. Ela começou a documentar a recuperação de Lilly na forma de fotografias que mostram o cotidiano das duas.

Porém, as imagens acabaram sendo uma carta de despedida, de Jasmina para sua melhor amiga, que morreu de câncer de fígado.

Cama de Lilly e medicamentos para o tratamento
Foto: Jasmina Povše

“Comecei a tirar fotos de Lilly apenas para mostrar sua recuperação porque realmente acreditava que ela ficaria bem”, relatou Jasmina.

“Quando olho para essas fotos agora – cada foto me leva para um exato momento e me rasga por dentro. Meu coração quebrou quando a perdi e, mesmo que eu não pudesse deixá-la, sei agora que tinha que fazer isso. Ela estará no meu coração (e na minha pele) para sempre”, acrescentou.

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>