• Home
  • Cadela adota galinhas como seus próprios filhotes

Cadela adota galinhas como seus próprios filhotes

0 comments

Uma cadela chamada Flame, adotada pelo casal Blair Braverman e Quince Mountain que vive em uma fazenda no Alasca com mais 21 cães adotados, conforme foi ficando mais velha, precisou de uma atenção especial dos tutores.

uma cadelinha bege cuida de vários franguinhos
Cadela adquiriu comportamento diferente dos outros cães com o passar dos anos

A cadela de 4 anos da raça malamute do alasca (raça semelhante ao husky siberiano), quando pequena, sempre se mostrou mais carente do que os outros cães. A tutora Blair conta que desde quando eles a adotaram ela sempre foi bastante enérgica e ativa, mas conforme foi ficando mais velha, começou a se mostrar mais relaxada e carinhosa.

Assim como os cães da raça husky siberiano, os cães da raça malamute também são explorados para puxarem trenós em regiões de neve e por conta disso, possuem presas fortes e o instinto de se alimentar de outros animais. Um problema para Blair e Quince, pois em sua fazenda cuidam de galinhas e nem sempre foi um processo fácil deixá-las no mesmo ambiente que os cães.

cadelinha bege aproxima o rosto de uma galinha cor palha
Galinhas que vivem na fazenda se tornaram próximas de Flame

“Depois de um minuto ou dois, nós levávamos os filhotes para longe e a recompensávamos com um delicioso sanduíche de presunto”, contou Mountain. Mas com o tempo, a cadela foi se acostumando aos seus novos amigos e até deixava que eles subissem em suas costas. E foi então que seu vínculo com eles começou a se fortalecer.

A relação de Flame com as galinhas se tornou tão forte que ela os acariciava, lambia e não gostava que tentassem tirá-los de perto. Diante disso, a tutora percebeu que a cadela havia adotado os animais como seus próprios filhotes. “Ela [Flame] fica muito feliz quando os ouve chegando e imediatamente se preocupa em saber se estão bem. Ela tenta ensiná-los a brincar, mas por enquanto eles não são muito hábeis, então ela apenas os lambe, os acaricia e bate a cauda loucamente e com toda a alegria”, diz Blair.

cadelinha bege deita próxima a várias galinhas
Tutora acredita que cadela adotou animais como seus próprios filhotes

Blair acredita que deve-se amar os cães independente de sua personalidade. “Fico feliz em ver as pessoas conhecendo os cães cada vez mais e os amando pela personalidade de cada um”, completou Blair.

Janaína Fernandes | Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

About the Author

Follow me


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>