• Home
  • Ex-militar norte-americana mata o próprio cão com tiro e filma o crime

Ex-militar norte-americana mata o próprio cão com tiro e filma o crime

0 comments

Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Tutora mata o próprio cão (Foto: Jornal CM)

Marinna Rollins, ex-militar norte-americana, e o namorado Jerren Heng foram presos por matar o cão Camboui, da raça pit bull, de Marinna. A Polícia da Carolina do Norte, estado onde aconteceu o crime, teve acesso a um vídeo no qual o animal aparece preso a uma árvore com uma corda até que Marinna atira contra o cão, em meio a uma região de mata.

“Foi bom. Você é um bom cãozinho, gosto muito de você, mas…”, diz Marinna antes de disparar contra o animal. Nas imagens é possível ver o corpo do pit bull sendo arrastado até uma sepultura.

O crime foi denunciado após o casal publicar no seu Facebook há aproximadamente cinco meses atrás, que mandariam o cão para uma “nova vida”. Após investigações, a polícia confirmou que Marinna foi a autora do crime, ao confessar em mensagens de texto que havia matado o animal. O crime foi denunciado para a “Justice for Cam”, uma organização que protege animais de maus-tratos.

Os dois criminosos foram presos sob o pagamento de fiança no valor de vinte mil euros.

Camboui foi morto pela tutora Marinna Rollins e seu namorado (Foto: Jornal CM)

 

 

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>