• Home
  • Funcionário de fazenda é condenado à prisão após espancar vacas e bezerros recém-nascidos

Funcionário de fazenda é condenado à prisão após espancar vacas e bezerros recém-nascidos

2 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Animal Equality

Um funcionário de uma fazenda britânica recebeu uma pena de prisão por espancar, marcar os animais a ferro e jogar bezerros recém-nascidos.

Owen Nichol, de 19 anos, chutou vacas no rosto e gritou palavrões antes de marcar a ferro sete vezes um bezerro que havia acabado de nascer.

O abuso foi capturado por uma câmera infiltrada colocada em um celeiro pela organização de proteção animal Animal Equality.

Durante um vídeo de quatro minutos, Nichol é visto chutando, socando e usando uma porta para bater em uma vaca que acabara de dar à luz, informa a reportagem do Daily Mail.

Em um momento, ele diz à vaca: ‘Eu te odeio”, antes de jogá-la no chão, golpeando-a contra uma parede.
Nichol admitiu duas acusações de causar sofrimento desnecessário aos animais, uma infração da Lei de Bem-Estar Animal de 2006.

Foto: Animal Equality

Falando em nome da RSPCA, Lindi Meyer disse à corte de Taunton Magistrates que o abuso foi revelado depois que a organização instalou a câmera secreta no local.

“A filmagem mostra atos de violência contra vacas e bezerros Ele [Nichols] está continuamente xingando as vacas. Ele dá um chute agressivo em uma das novas mães. Ele a chuta no rosto e joga seu bezerro recém-nascido para longe dela. Chuta e bate sete vezes no bezerro. A violência foi provocada e totalmente desnecessária”, afirmou.

Segundo ela, os bezerros da filmagem eram recém-nascidos ou tinham no máximo dois dias de vida.

Em um relatório para a RSPCA, um veterinário disse que as vacas teriam sofrido “dor e angústia considerável” devido aos abusos de Nichol. O veterinário descreveu o caso como “o pior exemplo de comportamento abusivo” que ele havia visto em sua carreira de 35 anos.

Foto: Animal Equality

Nichols trabalhava na fazenda há um ano e disse aos oficiais que a violência não estava relacionada às vacas e aos bezerros.

Jeff Collingwood disse que este foi o mais grave caso de crueldade animal que havia visto em seus 23 anos atuando como juiz.

O funcionário foi demitido da fazenda, quando a filmagem foi divulgada. Ele não tem acusações anteriores.

Em uma entrevista realizada do lado externo do tribunal, o inspetor da RSPCA John Pollock descreveu o abuso como horrível e revoltante.

Toni Shephard, diretora executiva da Animal Equality UK, descreveu as ações de Nichol como uma crueldade inimaginável.

“Estamos satisfeitos por ele ter sido condenado por esta terrível violência contra vacas e jovens bezerros e esperamos que ele receba a sentença mais dura possível”, declarou.

Nichol será condenado no Tribunal de Taunton no dia 26 de abril.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para Ana Gama Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Sendo no primeiro mundo, o desgraçado foi demitido e preso, é pouco, mas acredito que ainda é melhor que nada…. Já por aqui NÃO ACONTECE NADA !!!! os FDPs abusadores e maltratadores de animais se esbaldam na total impunidade !!!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>