• Home
  • Porquinhos famintos são resgatados de leilão e têm vidas revolucionadas

Porquinhos famintos são resgatados de leilão e têm vidas revolucionadas

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Blind Spot Animal Sanctuary

Dois meses atrás, Alesja Daehnrich viu três porcos vietnamitas sendo leiloados em um abrigo de animais no condado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e percebeu que tinha que fazer algo.

Os porcos de seis meses estavam muito magros e aterrorizados e Daehnrich estava preocupada que eles seriam comprados pelas pessoas erradas. O leilão começou com lances de apenas US$ 30 por cada um deles.

“Os leilões podem ser assustadores já que você nunca sabe quem vai aparecer e se alguém inexperiente irá querer um porco ou se alguém quer criar um leitão por sua carne”, disse Daehnrich, co-fundadora do Blind Spot Animal Sanctuary.

Daehnrich e seu marido Alex foram ao abrigo para conhecer os animais e ficaram chocados ao ver suas péssimas condições de saúde, segundo informações do The Dodo.

Foto: Blind Spot Animal Sanctuary

“Os três estavam extremamente desnutridos, tinham sarna grave e se coçavam muito, estavam cobertos por feridas devido aos arranhões”, afirmou.

Os porcos tinham vindo de uma residência privada onde haviam sido severamente negligenciados, de acordo com Daehnrich. Eles também possuíam marcas de mordida nas orelhas, o que sugeria que haviam sido atacados por cães.

Infelizmente, a equipe do abrigo não conseguiu libertá-los até que eles fossem detidos durante 10 dias após o seu resgate, explicou Daehnrich. Em seguida, o abrigo foi legalmente obrigado a colocar os porcos para leilão.

Daehnrich e o marido suportaram uma espera agonizante. No dia do leilão, eles correram para o abrigo, prontos para oferecer lances contra qualquer um que quisesse os porcos.

Foto: Blind Spot Animal Sanctuary

Felizmente, ninguém quis os animais e os Daehnrichs foram capazes de levá-los para o santuário naquele dia. Eles nomearam os porcos em homenagem aos Três Patetas – Larry, Curly e Moe.

A primeira ação dos Daehnrichs foi providenciar uma visita ao veterinário, que forneceu  antibióticos aos animais, vermifugação e banhos medicinais para a sarna.

A seguir, Larry, Curly e Moe se instalaram em sua nova casa. A princípio, eles ficaram amedrontados com Daehnrich e seu marido e corriam a cada vez que os viam, mas lentamente começaram a confiar neles. Logo, eles estavam no colo de Daehnrichs para receber carinho nas barrigas.”Foi incrivelmente doce observar essa transformação”, disse Alesja Daehnrich.

Algumas semanas mais tarde, todos tiveram a maior surpresa. O abrigo aproximou-se dos Daehnrichs para dizer-lhes que tinha conseguido um quarto porco e ele era irmão de Larry, Curly e Moe.

Foto: Blind Spot Animal Sanctuary

Os Daehnrich já estavam sobrecarregados, cuidando de mais de 40 animais resgatados no santuário – incluindo vários outros porcos barrigudos – mas não podiam ignorar o outro porco, a quem chamaram de Sam. “Não queríamos deixar a família para trás”, contou Alesja.

Como ocorreu com os outros, o abrigo não poderia libertar Sam imediatamente – ele teve que ser detido por 10 dias e colocado para leilão. Porém, Daehnrich encontrou uma maneira de escapar deste procedimento.

“O quarto irmão estava em um estado tão ruim que não teria sobrevivido a 10 dias de espera no abrigo. Entretanto, o diretor do abrigo tornou possível que o levássemos como um [animal] adotivo para que ele pudesse receber cuidados veterinários, mas tivemos que prometer voltar para o leilão para que o abrigo não infringisse qualquer lei”, esclareceu Alesja.

No dia do leilão, Daehnrich voltou para o abrigo com Sam no carro, preparado para dar lances contra qualquer um que o quisesse.

Foto: Blind Spot Animal Sanctuary

“Sam deve ter se lembrado dos barulhos do abrigo e estava bastante estressado. Felizmente, o abrigo permitiu que Sam ficasse no carro com um de nós, com água e petiscos. Depois que ninguém manifestou interesse no leilão, conseguimos esse final e demos as boas-vindas a Sam como residente do santuário”, relatou.

Larry, Curly e Moe imediatamente reconheceram o irmão. “Foi muito doce ver os quatro reunidos. Os Três Patetas acolheram Sam sem problemas e começaram a prosperar todos juntos”, acrescentou Alesja.

Agora, os quatro irmãos passam o dia brincando e trocando carinhos. Eles também adoram ver as cabras e galinhas pela cerca e cumprimentar os visitantes, de acordo com ela.

Foto: Blind Spot Animal Sanctuary

“Eles começaram a se tornar as almas mais amorosas. Prometemos aos pequenos que eles nunca mais se aproximarão de um abrigo ou de um leilão”, disse.

Depois da chegada de Sam, os Daehnrichs tiveram outra surpresa: os pais dos porquinhos também apareceram no abrigo. Apesar de o santuário estar perto da capacidade máxima, os Daehnrich não podiam dar as costas a eles. Eles os receberam, chamando-os de Wilson e Betty. Agora, esperam encontrar lares definitivos para toda a família.

“Gostaríamos que os leitões fossem adotados em pares se não houver outros porcos na casa porque porcos são animais [que vivem em] grupos e não devem ter uma vida solitária. Esperamos uma família que passe o tempo com eles, que adoram atenção. Estes porcos ficavam petrificados ao redor de pessoas e agora gostam do toque humano e estão descobrindo um mundo totalmente novo”, disse Alesja Daehnrich.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>