• Home
  • Elefantes são explorados em jogos de polo para arrecadar dinheiro

Elefantes são explorados em jogos de polo para arrecadar dinheiro

0 comments

Por Jéssica Presença / Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Divulgação

Elefantes é um dos animais mais inteligentes e sociáveis na natureza. Vivem juntos em manadas matriarcais, próximos onde a fêmea mais velha desempenha um papel duplo, de líder e mentora. Assim como os humanos, os elefantes são criaturas que possuem emoções e empatia. Na manada, a mãe mais experiente, auxilia as mães de primeira viagem a criar seus filhotes. Outra semelhança conosco, é o fato de lamentarem a morte de seus entes queridos. Apesar de toda afinidade para nós, seres humanos, os elefantes são terrivelmente explorados pela ganância humana.

Os elefantes asiáticos sofrem muito nas mãos da indústria de turismo da Tailândia. Os elefantes bebês são tirados de suas mães e forçados a suportar um período de ruptura conhecido como “Phajaan”. Os bebês que sofrem esse processo são coagidos a ficar em caixas minúsculas, tendo suas pernas ou pescoços algemados. Enquanto trancafiados, são provocados ​​repetidamente com objetos afiados chamados de “ganchos de touro”, – a mesma ferramenta que muitos circos usam com o objetivo de intimidar os elefantes para entretenimento.

Após concluir esse doloroso processo, o treinador os retira da caixa e demonstra bondade, fazendo os animais confiarem em seus captores. Elefantes que sofrem esse processo, são normalmente explorados na indústria do turismo, – treinados para proporcionar aos clientes pagantes passeios em suas costas ou executar truques banais.

Em um evento particularmente cruel chamado “Copa do Rei”, que acontece todos os anos, em Bangkok, na Tailândia, cerca de 30 elefantes asiáticos são forçados a participar de um jogo de polo (o jogo mais recente aconteceu em fevereiro de 2017). Perseguindo uma pequena bola em torno de um campo, cada elefante é montado por duas pessoas, uma utiliza o bastão de polo e, a outra, utiliza um gancho de touro para controlar o animal. O objetivo de tal evento é arrecadar dinheiro para a conservação. Sim, você leu certo, conservação.

Os organizadores do evento afirmam que os elefantes utilizados para o jogo são bem tratados, alegando que os animais ganham frutas frescas, legumes e massagens. Mas esses atos de benevolência não são bons o suficiente, afinal os elefantes não têm escolha a não ser participar de um evento que lhes causa dor e angústia.

Segundo o website One Green Planet, os espectadores estão dispostos a doar um cheque para salvar os elefantes enquanto assistem elefantes, que são capturados, dando um pequeno show. Os consideram como seres para o entretenimento, seres valiosos que merecem dignidade, fica em segundo plano.

Com a desculpa de carregar no nome “santuário” e julgarem-se ser conscientemente ambiental, criam eventos que são simplesmente exploração animal. Nenhuma organização jamais deveria obter lucros forçando seus animais a se apresentarem para seres humanos, independente, de qual seja o ato, posar para fotos ou ser forçado a participar de um jogo cruel.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>