• Home
  • ONU debate medidas para proteger baleias de embarcações

ONU debate medidas para proteger baleias de embarcações

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: BBC

Cientistas e funcionários governamentais se reuniram na ONU para debater possíveis soluções para um problema global: como proteger as baleias de embarcações.

O evento intitulado “Na Encruzilhada: Pistas Globais de Navegação e Conservação de Baleias” faz parte da Série de Diálogos de Conhecimento da IUCN / WCS de 2017, que promoverá discussões entre os vários interessados sobre os desafios internacionais do desenvolvimento sustentável.

A conferência preparatória servirá para que importantes decisões sejam tomadas pelos delegados sobre questões oceânicas e marinhas na próxima Conferência das Nações Unidas sobre os Oceanos, entre os dias 5 e 9 de junho.

“A maioria das espécies de grandes baleias é afetada por atividades de navegação sob a forma de potenciais ataques de navios e ruídos subaquáticos”, disse o presidente e CEO da WCS Cristián Samper, que forneceu comentários de boas-vindas para o evento.

“O desafio de encontrar soluções para a melhor forma de proteger estes mamíferos marinhos em vias navegáveis ocupadas é global e a colaboração internacional é a chave para a formulação de soluções eficazes. As discussões de hoje sobre esta questão são oportunas e ajudarão a preparar o caminho para uma chamada formal para a ação dos delegados da ONU em junho”, adicionou.

Samper foi acompanhado por Peter Thomson de Fiji, Presidente da 71ª Sessão da Assembleia Geral da ONU e um painel de especialistas de agências governamentais, organizações científicas e da indústria naval. O evento foi organizado pelo governo da França, pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) e pela WCS (Wildlife Conservation Society).

A maioria das espécies de baleias ainda está se recuperando dos impactos de séculos de caça comercial e, embora amplamente protegidas por uma proibição global da caça comercial, estão agora ameaçadas por uma série de novos perigos, incluindo colisões com embarcações oceânicas, ruídos oceânicos, enredamentos e outros fatores.

Moderado por Greg Silber da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA, o painel discutiu o escopo e escala de impactos da indústria de transporte marítimo em baleias, focalizando especificamente as ameaças de colisões e o aumento dos níveis de ruído de baixa frequência de navios comerciais.

Os participantes examinaram vários estudos de casos de regiões do mundo – Golfo da Guiné, Sri Lanka, Chile, águas do Ártico e paisagens marinhas ao longo das costas do Atlântico e do Pacífico dos Estados Unidos – como um meio de avaliar a corrente de conhecimento sobre a sobreposição entre redes de transporte marítimo e áreas biologicamente importantes para as baleias. Os membros do painel também discutiram novas tecnologias, necessidades emergentes de pesquisa e gestão e a importância de identificar as melhores práticas para equilibrar as necessidades de navegação e os objetivos de preservação das baleias.

“Temos uma oportunidade real no palco global nesta semana e nos próximos meses para trabalhar com governos, indústria e organizações de preservação para garantir ações concretas que beneficiarão as baleias e o ambiente marinho”, declarou Howard Rosenbaum, diretor da WCS Ocean Giants e um participante do painel.

“Coletivamente, estamos avaliando os impactos de ataques de navios e barulho por várias décadas, com alguns passos claros na redução de impactos. Mas agora é a hora de avançar usando novas e poderosas tecnologias de monitoramento e mitigação e fazendo novas parcerias internacionais como realizadas aqui em Nova York”, destacou Brandon Southall, Presidente e Cientista Sênior da SEA Inc, segundo o Science Daily.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>