• Home
  • Avó de gorila Harambe é morta em zoo após viver mais de 30 anos em cativeiro

Avó de gorila Harambe é morta em zoo após viver mais de 30 anos em cativeiro

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Zoológico de Miami

A avó do gorila Harambe, assassinado covardemente no Zoológico de Cincinnati (EUA) em 2016, foi morta no zoológico onde era explorada.

Josephine, que tinha 50 anos, foi morta pelo Zoológico de Miami depois que os problemas de saúde de que sofria se agravaram nos últimos anos, segundo alegaram. O gorila fêmea nasceu na natureza em 1967 e foi levado para o zoo em 1983, onde infelizmente viveu em cativeiro até falecer.

Em um comunicado, o zoo disse que ela estava sofrendo com uma série de condições de saúde relacionadas à idade. Exames e testes mostraram “várias anormalidades que indicavam condições sistêmicas terminais que não tinham chance de resultados positivos ou esperança de recuperação”, declarou o estabelecimento.

Foi depois que isso piorou – “quando Josephine dificilmente conseguia se mover, até mesmo para alcançar seu petisco favorito” – que “os funcionários sabiam a coisa certa a fazer” e induziram sua morte, disse o zoo.

Josephine tornou-se famosa em grande parte por causa de sua relação com Harambe, assassinado em maio do ano passado. Isso aconteceu depois que um garoto caiu em seu recinto e despertou a revolta do público.

Foto: Zoológico de Miami

Porém, a avó de Harambe já havia chamado atenção antes quando deu à luz o primeiro gorila nascido em cativeiro em Miami. A mídia local relatou que seu filho, Moja, foi transferido para o Zoológico de Gladys Porter, no Texas, e havia descendentes incluindo Harambe.

Ela também passou por uma cirurgia de catarata que restabeleceu sua visão e teve duas lentes humanas artificiais implantadas em seus olhos após ficar quase cega.

Josephine é o terceiro gorila de planícies africanos a morrer em um zoológico dos EUA neste mês. Na terça-feira (17), uma fêmea de 60 anos conhecida como Coco faleceu em Ohio.

Gorilas podem viver 50 anos ou até mais. Os animais são os maiores primatas do mundo e estão em grande perigo devido aos danos causados ao seu habitat, à caça e à sua vulnerabilidade a doenças.

Existem cerca de 350 gorilas de todas as espécies em zoos dos EUA, de acordo com autoridades. Estima-se que entre 150 mil e 250 mil vivam na natureza, apontou o Independent.

Nota da Redação: A ANDA faz aqui uma homenagem a Josephine e a todos os animais que viveram e vivem em cativeiro. Pobre animais que passam toda uma existência de forma miserável. E que quando estão doentes precisando de assistência médica são mortos. Vá em paz Josephine!

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>