• Home
  • Desnutrida e abandonada, égua de 17 anos é resgatada em Santa Maria (RS)

Desnutrida e abandonada, égua de 17 anos é resgatada em Santa Maria (RS)

0 comments

Égua abandonada
Resgate foi feito pelo Hospital Veterinário da Universidade Federal de Santa Maria | Foto: Reprodução/RBS TV

Uma égua que estava abandonada desde o último fim de semana em um terreno baldio foi resgatada em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul. Com o apoio da comunidade e de veterinários, o animal vem recebendo cuidados desde segunda-feira (2) e tem chances de melhora.

Um veterinário foi ao local no domingo (1º), mas disse que o animal não sobreviveria. A égua, então, foi anestesiada, para morrer sem dor.

No dia seguinte, a surpresa: o animal resistiu e seguiu sofrendo, sob uma temperatura de quase 40°C.

Com a situação, moradores começaram a levar água para hidratar a égua, que estava desnutrida, na tentativa de ganhar tempo até o resgate chegar.

O Hospital Veterinário da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foi acionado. Após examinarem a égua, os funcionários atestaram que ela tinha, sim, chance de sobreviver. Ela tem 17 anos, de acordo com os veterinários. Com a ajuda de um caminhão, o animal foi finalmente resgatado.

Paulo Nunes, funcionário do hospital veterinário da UFSM, acredita que o animal tenha sido explorado por um carroceiro durante toda a sua vida.

A estimativa da Secretaria de Desenvolvimento Rural é de que a cidade tenha cerca de 2 mil cavalos explorados por carroceiros. Apenas no ano passado, mais de 100 precisaram de ajuda médica. Por isso, a nova administração municipal promete criar uma superintendência de bem-estar animal. Assim, será possível prestar atendimento também para animais de pequeno porte.

“Eles vão trabalhar só com foco nesses animais que não têm tutor. Nós fomos a Brasília no ano passado. Dentro do Ministério da Agricultura existe recurso até para criar uma unidade móvel de castração. É um trabalho social que a prefeitura precisa desenvolver”, aponta Rodrigo Menna Barreto, secretário de Desenvolvimento Rural de Santa Maria.

Até a superintendência entrar em funcionamento, em caso de emergência envolvendo animais, a população do município deve solicitar ajuda pelo telefone 153, da Guarda Municipal.

Fonte: Jornal de Floripa

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>