• Home
  • Moradora denuncia envenenamento de gatos em Adamantina (SP)

Moradora denuncia envenenamento de gatos em Adamantina (SP)

0 comments

gato morto
O Gato de Andresa Marques foi encontrado morto | Foto: Facebook/Andressa Marques

Uma onda de morte de gatos por envenenamento está assustado tutores de animais em Adamantina (SP). A internauta Andresa Marques denunciou, através de seu perfil na rede social Facebook, a morte de oito animais na última terça-feira, incluindo um gato tutelado por ela e sua família.

Andressa disse ao Portal Siga Mais que encontrou seu gato já morto e, sabendo da onda de crueldade, imediatamente acionou a Polícia Militar. A PM orientou que a tutora solicitasse um laudo emitido por médico veterinário, que atestasse a morte por envenenamento.

Com o laudo em mãos, Andressa procurou a Polícia Civil e realizou um boletim de ocorrência. Ela anexou o laudo do médico veterinário à queixa, bem como uma lata de sardinha aberta com estos que podem conter o veneno “chumbinho”. Provavelmente a substância foi misturada à sardinha, na lata, e servida ao animal.

A tutora abordou um ponto central e que pode orientar as investigações. Ela relatou que a comercialização do veneno chumbinho é proibida. “Por que vendem?”, pergunta. “Esse será o caminho para descobrir quem comprou e envenenou nossos animais”, sinaliza. “Eu espero que investiguem a fundo, pois isso acontece há muito tempo”, completou Andressa.

Ela destacou ainda outro aspecto e fez constar no boletim de ocorrência. Além do crime de maus-tratos aos animais e o crime ambiental pela utilização e manipulação indevida do veneno, está presente, também, um atentado à vida das crianças, pois as mesmas brincam no mesmo local onde colocaram o veneno a céu aberto.

Sensibilizada com o ocorrido, Andressa relata o drama vivido em casa com a morte do animal. “Hoje eu e minha família sentimos na pele a perda de um animal que é considerado um membro da família”, disse. “Cuidamos com tanto carinho, com acompanhamento veterinário, alimentação adequada e o amor que recebemos e retribuímos. E agora, como ficamos? À mercê. Meu coração está aos cacos!”.

Fonte: Siga Mais

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>