• Home
  • Segundo IBGE, 191 animais são assassinados por segundo pela indústria da carne no Brasil

Segundo IBGE, 191 animais são assassinados por segundo pela indústria da carne no Brasil

0 comments

Por Rafaela Pietra | Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

porcos aprisionados em gaiolas
A tortura e crueldade são alimentadas por aqueles que consomem produtos de origem animal | Foto: Reprodução/Care2

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou recentemente dados alarmantes: nos meses de julho, agosto e setembro, mais de 7,3 milhões de bovinos, 10,5 milhões de porcos e 1,5 bilhão de frangos foram assassinados para alimentar a cruel indústria da carne no Brasil. Os dados são divulgados a cada três meses pela organização e contabilizam os animais “abatidos de forma legalizada no país”.

De acordo com a pesquisa, um boi, um porco e 189 aves são mortos por segundo para satisfazer o consumo de carne. Os dados contabilizam apenas os “abates” feitos de forma legalizada, ou seja, por empresas e criadores registrados. Se considerarmos os abatedouros ilegais, segundo uma reportagem do Fantástico, da Rede Globo, veiculada em 2013, os números crescem cerca de 30%.

Os dados apresentados pelo IBGE demonstram o que o consumo de carne e produtos de origem animal causam a milhões de animais todos os anos. Tortura, privação da liberdade, fome e crueldade são diariamente financiadas por aqueles que não aboliram o sofrimento de seus pratos e suas vidas.

Porém, enquanto houver demanda, o sofrimento e a crueldade continuarão sendo a regra da indústria.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>