• Home
  • Homem é condenado a sete meses de prisão por atear fogo em cão abandonado

Homem é condenado a sete meses de prisão por atear fogo em cão abandonado

0 comments

Por Rafaela Pietra | Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Divulgação / Dia a Dia
Foto: Divulgação / Dia a Dia

Um engenheiro foi condenado a sete meses de prisão por atear fogo e matar um cão em Mendoza, na Argentina. O crime foi cometido em 29 de outubro de 2015, na região de Guaymallén.

O réu admitiu ter jogado gasolina e ateado fogo a um cão abandonado durante o julgamento realizada ontem no Tribunal Criminal Oral 1 de Mendonza, presidido pelo juiz Orlando Vargas. Mais de 50 ativistas pelos direitos animais compareceram ao julgamento com cartazes que pediam a condenação do acusado.

“O trâmite foi normal. É interessante a pena imposta, que é de sete meses de prisão, já que a pena mínima é de 15 dias a um ano”, declarou o juiz Vargas. Por ordem judicial, o homem deve fazer tratamento psiquiátrico durante um ano até novo julgamento.

Na época, o cão chegou a ser socorrido por vizinhos, que foram alertados pelos gritos do animal. Encaminhado a um veterinário, o cachorro, batizado de “Fueguito”, morreu três dias depois.

O advogado da Associação de Proteção Animal, Ulises Morales disse estar “muito satisfeito com a sentença” e destacou ainda que “a justiça foi feita”, durante entrevista ao jornal argentino Dia a Dia.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>