• Home
  • Maquinista salva vida de gato que estava abrigado do frio em motor de trem

Maquinista salva vida de gato que estava abrigado do frio em motor de trem

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: Brad Slater
Foto: Brad Slater

Um gato encontrado sob um motor de trem em Wainwright tem conquistado os corações das pessoas em todo o Canadá. O condutor Brad Slater e seu engenheiro foram chamados para fazer uma inspeção em outro trem na noite de domingo (11). Quando saíram do trem, Slater ouviu “o mais triste grito de gato” vindo do segundo motor e percebeu que havia um gato acima da roda do veículo.

O engenheiro Will Munsey não sabia se o gato poderia ser convencido a sair de lá, já que provavelmente estava aterrorizado. “Tudo o que ele disse foi ‘venha aqui pequeno amigo’ e ele quase saltou em seus braços e nós o levamos para dentro”, afirmou.

O gato estava coberto de neve e gelo e incrivelmente frio. Slater disse que o trem não parou entre Saskatoon e Wainwright porque a temperatura era de 39 graus negativos.

Slater colocou o gato a bordo e limpou a neve e o gelo e deu-lhe água e comida. “Ele estava congelado,  assustado. É extremamente alto debaixo do trem “, disse ele.

Ambos voltaram para Edmonton com o gato, apelidado de Q199 por causa da identificação do trem, que ficou enrolado atrás de Slater, dormindo profundamente.

Foto: William Munsey, Facebook
Foto: William Munsey, Facebook

Slater levou Q para casa e colocou-o no quarto de hóspedes com comida, água e uma cama. Segundo ele, o gato definitivamente possui uma família porque se mostrou extremamente afetuoso. Ele dormiu no peito de Slater durante toda a noite.

Na manhã seguinte, o condutor levou Q ao veterinário. O gato tem um coração e pulmões fortes, mas perdeu a maior parte de uma orelha por causa do frio e tem um pouco de queimadura provocada pelo frio na outra orelha e em seus pés.

“Ele passou por muita coisa. Acham que ele está desaparecido há muito tempo porque tinha um peso muito baixo quando eu o encontrei”, disse Slater.

Agora Slater está tentando encontrar os tutores do gato. Eles provavelmente moram em Saskatoon, mas existe a possibilidade que Q tenha saltado do trem em Winnipeg quando o segundo motor ainda estava ligado e aquecido. “Gostaria de mantê-lo, mas sei que há alguém lá fora que está procurando por ele”, disse.

Ele postou sobre Q em uma página do Facebook sobre animais desaparecidos em Saskatoon e recebeu algumas chamadas de pessoas que pensavam que ele era o gato que procuram. Até agora, as descrições não combinaram.

Se Slater não conseguir encontrar seu tutor, ele, sua esposa e seus outros gatos, planejam adotar o felino, informou a 630 AM.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>