• Home
  • Carroceiros de BH não aceitam trocar cavalos por motor elétrico

Carroceiros de BH não aceitam trocar cavalos por motor elétrico

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: O Tempo
Foto: O Tempo

O projeto de lei de autoria do vereador Adriano Ventura (PT) que propõe a substituição de carroças por veículos motorizados, conhecidos como cavalos de lata, foi alvo de protestos de carroceiros em Belo Horizonte (MG).

O PL visa acabar com a tração animal, uma forma cruel de exploração de cavalos, mulas, burros etc. A proposta traz benefícios para todos os envolvidos, seja do ponto de vista dos direitos animais, da segurança no trânsito, do meio ambiente e da qualidade de vida e de trabalho para os carroceiros.

“A ideia não é extinguir o serviço, mas substituir a exploração do animal por um veículo elétrico”, explica o parlamentar em entrevista ao jornal O Tempo.

Durante a manifestação que bloqueou algumas ruas de Belo Horizonte por mais de 6 horas, os carroceiros reclamaram que a iniciativa acabaria com a profissão, já que muitos não têm condições de conduzir o novo veículo.

O vereador contra-argumentou que o veículo sugerido por ele é um tipo de bicicleta elétrica e que não é necessário habilitação para conduzi-lo, mas que é preciso seguir as exigências de regulamentação da prefeitura. Para isso, os carroceiros precisam tirar a licença, que deve ser renovada a cada quatro anos.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Se a justificativa for maus tratos aos animais, o projeto cai. Se a justificativa for prejuízo social e econômico para o ser humano, o projeto vinga. É essa a regra do jogo sujo.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>