• Home
  • Entenda o que significam os sons e linguagens corporais dos cachorros

Entenda o que significam os sons e linguagens corporais dos cachorros

0 comments

Foto: Divulgação | Internet
Foto: Divulgação | Internet

O comportamento canino tem duas faces, a que todo mundo ama e a que traz algumas preocupações a seus tutores. Ao mesmo tempo que o cachorro é engraçado, companheiro e amoroso, ele pode ser bagunceiro, latir muito ou não fazer as necessidades no lugar certo de jeito nenhum.

É possível entender melhor todo esse comportamento canino. Isso por que os cães são ótimos comunicadores e não é muito difícil aprender a compreendê-los pelos sons que emitem ou por meio da linguagem corporal. Saber distinguir os sinais que os cães dão é fundamental para o adestramento, cuidado e saúde deles.

Sons e vocalizações mais comuns dos cães

Ganido

Os filhotes costumam ganir para receber atenção de suas mães. Os adultos também emitem esse som alto e constante para pedir atenção do tutor quando querem comida, passeios, se movimentar na rua quando estão parados com a guia, entre outros.

Choramingo

É mais intenso que o ganido, parecendo mais um choro. Nesse caso, o cão pode estar sentindo dores se choraminga ao ser tocado ou pedindo atenção de forma mais intensa. O segundo caso costuma ocorrer quando o tutor oferece atenção sempre que o cão deseja, possibilitando que esse comportamento se repita de forma mais intensa.

Grito

Essa é a reação do cão a dor, como uma pisada na pata, por exemplo. Eles também gritam quando estão ansiosos – quando reconhecem a guia e ficam emocionados com a saída de casa.

Rosnado

É um som de alerta do cão antes de ter uma atitude agressiva. Contudo, pode ser também um som ligado a brincadeira com outros cães ou cabo de guerra com o tutor. O rosnado de ameaça costuma ser mais profundo, dando a chance de a pessoa ou o outro animal se afastar.

Uivo

Na natureza é usado para sinalizar presença de um cão aos outros e para afastar predadores. Cães costumam responder os uivos um dos outros. Alguns uivam quando estão sozinhos, demonstrando certa infelicidade com isso.

Resmungo

Alguns cães resmungam quando estão perto de pessoas ou outros cães para mostrar que não são perigosos.

Grunhido

É um rosnado baixo e meio rouco indicando satisfação e prazer quando são acariciados.

Latido

Pode ser usado como alerta, pedido de atenção ou demonstração de excitação. A diferença desses latidos é bem perceptível. Alguns cães latem também para avisar sobre sua presença no local para outros cães que não podem vê-los – esse é um meio de marcar território.

Linguagem corporal

Orelhas

Quando estão em pé representam atenção e alerta. Para trás com o rabo balançando e expressão calma representa uma atitude amigável. Contudo, também podem sinalizar medo ou nervosismo, indicando que a pessoa ou o animal se afastem e, neste caso, o rabo fica entre as pernas e o corpo abaixado.

Sobrancelhas

São arqueadas quando o cão quer dominar a situação, passando a encarar a pessoa ou outro animal.

Olhos

Olhar fixamente para pessoas ou para outro cão representa dominação ou agressividade, junto com outros sinais como o arrepio do pelo e o movimento do corpo para frente. Pode indicar também que o cão está focado, como em casos de respostas para comandos, mas a expressão facial dele estará tranquila. Um olhar atento é bem diferente de um congelado com intuito agressivo. Os cães costumam piscar para mostrar que são amigáveis. Estreitam os olhos e desviam o olhar quando estão inseguros.

Boca

Apertar os lábios ou lambê-los são sinais de insegurança ou estresse. Ambas as expressões enrugam o focinho que normalmente costuma ser liso. Na maioria das vezes o levantar de lábio expondo os dentes demonstra agressividade. No entanto , alguns cães têm esse comportamento com outra finalidade: estimulados pelos tutores que os induzem a “sorrir”, acaba tornando-se um comportamento condicionado.

Pescoço

Cães confiantes deixam o pescoço reto e ereto. Cães inseguros deixam os pescoços abaixados de forma a expor a garganta a outros cães, passando a ideia de que não são perigosos.

Costas

As costas retas demonstram confiança. As curvadas demonstram insegurança e submissão.

Cauda

É muito importante para o equilíbrio, sendo o principal indicador de humor canino. A prática de corte da mesma é, hoje, errada e ilegal. Um cão confiante mantém a cauda ereta, deixando o odor das glândulas anais circularem livremente e anunciarem sua presença. A cauda entre as pernas demonstra que o cão está com medo e em estado de submissão. Balançar rápido significa excitação e simpatia. Cauda ereta com movimentos lentos demonstra confiança cuidadosa. Quando ereta e sem movimentos, indica algum problema. Já quando parada e esticada, significa que é melhor se afastar.

Além disto tudo, outra coisa importante para observar no comportamento canino são as expressões faciais. Elas podem ser muito sutis, fazendo com que seja fácil confundi-las e não notar. Alguns cães demonstram com mais facilidades que outros.

Fonte: Itatiba News

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>