• Home
  • Pato criado como animal doméstico poderá finalmente abrir suas asas na natureza

Pato criado como animal doméstico poderá finalmente abrir suas asas na natureza

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Edgar’s Mission
Edgar’s Mission

Há animais que devem viver na natureza, porém a procura por animais considerados exóticos está cada vez mais popular. Por isso, é fundamental deixar claro que nem todos os animais podem ou devem ser criados dessa forma.

A história do pequeno pato Flappy é um exemplo disso. Ele foi resgatado pelo santuário Edgar’s Mission depois que sua família percebeu que não poderia cuidar dele.

Edgar’s Mission
Edgar’s Mission

Com apenas duas semanas, Flappy foi vendido a uma criança por US$ 12,50.  Além de financiar a cruel indústria que comercializa animais, a criança levou o pato para sua casa clandestinamente. Sem condições de ficar com ele, a família contatou o Edgar’s Mission.

Flappy foi acolhido pelo santuário e recebeu todos os cuidados que a família era incapaz de lhe fornecer.  Embora ele não tenha uma família de patos, seus companheiros humanos lhe dão muita atenção.

Edgar’s Mission
Edgar’s Mission

Ele teve sorte. Logo será liberado em seu habitat de aves aquáticas, onde irá abrir suas asas e voar com seus amigos patos. No entanto, a maioria dos patos indesejados não são tão afortunados como Flappy e são despejados em zonas úmidas ou em locais muito piores, segundo o One Green Planet.

Por isso, é fundamental não apoiar o comércio de animais. Nas palavras do Edgar’s Mission: “Então, a próxima vez em que você refletir sobre a questão, ‘Quanto é aquele cachorrinho (ou patinho fofo) na vitrine?’, considere o seguinte: O preço que pagam por estar lá é simplesmente alto demais”.

About the Author

Follow me


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Minha preocupação é o que acontecerá ao patinho no vitrine se ninguém o comprar? A campanha de apenas não comprar é incompleta. É preciso que sejam resgatados de alguma forma, tirados da vitrine.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>