• Home
  • Café na Austrália abre as portas para animais abandonados e promove adoção

Café na Austrália abre as portas para animais abandonados e promove adoção

0 comments

Entre os avanços em estabelecimentos públicos onde se pode tomar um café, conversar com os amigos e adotar animais abandonados, há cada vez há mais opções.

Há um novo local em Los Angeles, Califórnia, que revolucionou a ideia de adoção de cães. Para todas as pessoas que amam os animais e que não resistem a tomar um café, esse é o lugar ideal.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

The Dog Coffee oferece uma experiência inovadora para quem o visita, já que enquanto se toma um café ao calor de um bom bate-papo, todos estão rodeados de cães adotáveis, os clientes podem interagir com eles para descobrir com qual deles se têm uma química melhor.

A origem destes cães é o abandono. Eles foram resgatados, conduzidos a este local e estão à espera de um lar onde possam ficar para sempre.

Como surgiu a ideia

A ideia nasceu de uma mulher da Pensilvânia chamada Sarah Wolfanng, que viveu durante 16 anos na Coreia do Sul e que sempre trabalhou em abrigos de animais. Sua preocupação em procurar lar para aqueles que não eram adotados nesses lugares foi o motor da criação deste inovador café.

Isso se baseia na ideia de que cães e animais humanos possam passar um momento agradável juntos, possam se conhecer, brincar, e tudo isso em um ambiente descontraído, sem a pressão que, por exemplo, há em um abrigo para animais. Os cães e as pessoas que estão tomando café podem se ver, se conhecer e, depois de algum tempo, se escolherem.

Mas não existe apenas a opção de se levar um destes cães para casa e adotá-lo. Todas as pessoas que amam estar com cães e interagir com eles, e não podem ter um em casa pela razão que for, têm a possibilidade de ter contato físico com os cães que estão neste centro.

Estes estabelecimentos chegaram a Espanha

Seguindo o exemplo norte-americano, estão chegando a Espanha os chamados “Cat-cafés”. A ideia é que as pessoas que quiserem, possam tomar um café rodeados de gatos, ler um jornal ou usar a rede wifi enquanto desfrutam da companhia dos animais, que também precisam de atenção. Logicamente, também é possível adotar um dos muitos animais que lá estão e levá-los para casa.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um exemplo disso é a chamada “Gatoteca” de Madrid, onde os aficionados por um bom café compartilham seu tempo com alguns companheiros peculiares: os gatos. Sua diretora explica: “Este local é o primeiro cat-café da Espanha, um espaço-cafeteria onde os bichanos que lá habitam gozam da mesma liberdade que teriam em um lar particular”.

O que fazer na Gatoteca? Enquanto se desfruta de um ótimo café se pode colaborar na alimentação dos gatos, ou ler um fantástico livro com um destes pequenos felinos no colo. Se você quer desfrutar da rede Wifi do local, os dispositivos móveis e suas funções serão na companhia dos bichanos.

A origem de tudo

Estes chamados “cat-cafés” não são novos. Em Taiwan, Taipei foi a primeira cidade a abrir um destes locais onde se pode interagir com gatos. Foi no ano de 1998 que começou a surgir estes estabelecimentos para cuidar dos felinos.

No Japão, mais precisamente em Osaka, também foi inaugurado um “cat-café” no ano 2004. Esta cafeteria é um verdadeiro paraíso para seus peludos inquilinos. E também para seus visitantes humanos, que podem passar a tarde acariciando os animais, os alimentando e brincando com os gatos que o habitam.

Fonte: Meus Animais

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>