• Home
  • Filhotes de tigres são espancados e obrigados a nadar para tirar selfies em zoológico

Filhotes de tigres são espancados e obrigados a nadar para tirar selfies em zoológico

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

PETA
PETA

Não há nada mais adorável do que um filhote de tigre, certo? Eles têm as mais doces faces e suas listras parecem surpreendentemente grandes em comparação com os seus pequenos corpos. Ter a oportunidade de abraçar um deles pode parecer  algo incrível, mas infelizmente isso alimenta uma indústria cruel.

Muitos lugares nos EUA e em outros países oferecem  a oportunidade de fazer exatamente isso. As pessoas pagam, talvez em torno de US$ 50, para segurar, fazer carinho, dar mamadeira e até tirar selfies com os filhotes.

Isso pode parecer ótimo à primeira vista, mas não é. Em uma investigação secreta  realizada pela PETA no Dade Cit Dade City’s Wild Thingsy, na Flórida, é possível ver como as instalações que permitem interações com filhotes de tigre realmente são.

Em suma, elas são organizações que apenas se importam com o lucro em detrimento do  bem-estar dos animais. A primeira evidência disso é o simples fato de que elas reproduzem tigres em cativeiro, mantendo a espécie em vias de extinção em um ambiente completamente inadequado e longe de seu habitat nativo.

Além disso, este vídeo mostra manipuladores batendo nos filhotes, puxando-os para fora de jaulas, pisando em um filhote morto como se não se tratasse de uma vida, forçando os animais a nadar e obrigando-os a interagir com o público. As pessoas pagam US$ 200 para tirar selfies com os filhotes dentro de uma piscina.  Uma tigresa, que sofreu uma deformidade na coluna vertebral, entrou em pânico quando o manipulador forçou-a repetidamente a nadar por mais de 10 minutos.

Permitir que as pessoas façam isso com filhotes provoca uma intensa angústia nos animais e compromete seus sistemas imunológicos. A equipe do Dade Cit Dade City’s Wild Thingsy também amontoa animais em jaulas, não proporciona tratamento para um papagaio e um leopardo doentes e frequentemente espanca outros animais, reportou o One Green Planet.

Nota da Redação: Embora a chance de segurar e afagar animais possa parecer atraente, é fundamental refletir sobre como isso é prejudicial para eles. Há mais tigres explorados como entretenimento nos EUA do que em estado selvagem. Eles são mantidos em cativeiro e espancados para interagir com o público.  Todos nós podemos nos posicionar contra essa crueldade deixando de apoiar estas instalações cruéis para que os animais permanecem livres na natureza.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>