• Home
  • Cão cego e espancado por tutor encontra uma nova família

Cão cego e espancado por tutor encontra uma nova família

0 comments

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Rindy Fox
Rindy Fox

O mundo inteiro parecia estar contra ele. Seu tutor anterior o chutou tão agressivamente que ele perdeu a visão dos dois olhos. Com apenas seis semanas, o filhote de pit bull chamado Mack encarava uma sentença de morte em um abrigo de animais em Longview, no Texas (EUA). Porém, ele sabia algo que ninguém mais tinha conhecimento: ele logo sairia de lá.

Pelo menos foi essa a impressão de Rindy Fox quando ela viu pela primeira vez imagens dele compartilhadas por equipes de resgate de animais.

Como trabalha de forma independente e com outros grupos de resgate para encontrar lares para cães que vivem em abrigos, o email de Fox está sempre repleto de pedidos de ajuda.

“Entre uma centena de mensagens, o caso dele se destacou. Mesmo no abrigo, ele teve essa atitude de ‘Vou sair daqui’. Ele se via como um sobrevivente e realmente acredito que ele sabia que estava saindo”, afirmou. Foram necessárias duas semanas para o abrigo liberar Mack e foi uma espera angustiante.

Rindy Fox
Rindy Fox

“Quando você está tão prejudicado, duas semanas é muito  para se permanecer em um abrigo, especialmente para um pequeno filhote”, disse Fox.

Mas Fox, juntamente com a colega Kickie D’Alfonso, encontrou uma pequena organização disposta a contribuir com a liberação do cachorro. De lá, ele foi diretamente para os braços de Fox e, apesar de precisar de cuidados médicos urgentes, Mack parecia saber o tempo todo que tudo acabaria bem.

Foi descoberto que ele iria perder um olho e que a visão de seu outro olho também não existia mais. Mas essa é a única perda que Mack permitiria em sua vida.

Rindy Fox
Rindy Fox

Depois de permanecer sob os cuidados de Fox por cerca de um mês, o filhote conheceu sua família definitiva. Eles só não sabiam disso na época, mas Mack sim. Quando Roger Chavez foi visitar o cachorro em agosto, ele evitou a interação com Mack.

“Então eu o levei para o lado e perguntei: ‘Qual é o problema? Está tudo bem?”, Fox lembra.

“E ele disse: ‘Não quero tocá-lo ou me aproximar se eu não tiver certeza de que vamos adotá-lo porque me apaixonei totalmente por ele”, acrescentou.

Mack juntou-se à família Chavez em Austin e ganhou um irmão, outro cão resgatado. Para o pit bull, o verdadeiro milagre é que ele não se importa sobre como sua vida começou.

“Muitas vezes, quando você tem um cachorro que passa seu tempo de desenvolvimento, de seis a oito semanas, em um abrigo, é um período muito crítico para ele. Por isso que tentei tanto tirá-lo de lá, mas ele não pareceu perturbado por isso”, contou Fox.

A história de Mack mostra que este pequeno cão cego enxerga apenas uma coisa: a estrada à sua frente.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>